Somente 50% das pessoas utilizam cinto de segurança no banco traseiro

81

Laura Tesseti

Usar cinto de segurança salva vidas
Usar cinto de segurança salva vidas

O acidente que matou o cantor sertanejo Cristiano Araújo e sua namorada Allana Moraes Coelho, na madrugada do dia 24 de junho, em Goiás, levanta novamente a discussão sobre a importância do uso do cinto de segurança. A informação de que as vítimas estavam sem o cinto foi confirmada pelo motorista do cantor, Ronaldo Miranda, durante depoimento prestado ao delegado Fabiano Jacomelis, que cuida do caso.

Em uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, entre agosto de 2013 e fevereiro de 2014, o índice de pessoas que não utilizam o cinto é preocupante. O estudo que aconteceu em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que apenas 50,2% da população usa o cinto quando está no banco traseiro de carro, van ou táxi.

Os entrevistados mostram mais consciência quando estão no banco da frente, onde 79,4% das pessoas com 18 anos ou mais dizem sempre usar o item de segurança. Contudo, o cinto na parte traseira do veículo reduz mais o risco de morte, pois, em uma colisão, impede que o corpo dos passageiros seja projetado para frente.

Denise Cristina Zuzzi Mito, coordenadora do curso de Fisioterapia da Faculdade Anhanguera de Rio Claro, explica sobre a importância do equipamento. “Usar o cinto evita uma alta porcentagem de mortes. Isso é demonstrado por investigações e estudos realizados até hoje. Não pense que estando no assento traseiro do veículo o risco seja menor; a maioria desses passageiros é lançada para fora do veículo ou projetada de encontro ao assento em colisões e, às vezes, acaba por prejudicar o motorista ou o copiloto, levando a sequelas graves, como traumatismo craniano, hemorragia interna, graves escoriações, múltiplas fraturas ou até a morte.”

“Não importa se você irá fazer um trajeto de curta ou longa distância, se é urbano ou pela rodovia. O uso do cinto é obrigatório, os acidentes são imprevisíveis e o equipamento de segurança é necessário em qualquer local do veículo”, fala o capitão Carrijo Jr., da Polícia Rodoviária. “A responsabilidade para que todos os ocupantes utilizem o cinto é do condutor. O não uso gera cinco pontos no prontuário do condutor e o valor da multa é de R$ 127,69 por pessoa sem o cinto”, finaliza.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: