Secretário apoia contratação de agentes de trânsito concursados

66

Adriel Arvolea

Frota municipal tem mais de 162,5 mil veículos. Agentes colaborariam para a sensibilização de motoristas e pedestres para um trânsito mais seguro
Frota municipal tem mais de 162,5 mil veículos. Agentes colaborariam para a sensibilização de motoristas e pedestres para um trânsito mais seguro

Os acidentes verificados no trânsito de Rio Claro se resumem à imprudência dos motoristas quanto às leis. Falta de atenção ao volante e inobservância às regras e à sinalização são os principais problemas verificados, segundo análise do 37º Batalhão da Polícia Militar do Interior (37º BPM/I).

Como resultado, já são 1.063 registros de lesão corporal culposa por acidente de trânsito, de janeiro a setembro deste ano, no município, de acordo com levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

Uma das ações implementadas pela prefeitura para ampliar a segurança de motoristas, ciclistas e pedestres foi a instalação de radares. O objetivo é estimular e fiscalizar a obediência aos limites de velocidade nas vias públicas e reduzir a possibilidade de acidentes.

No entanto, o secretário de Mobilidade Urbana e Sistema Viário, José Maria Chiossi, defende a conscientização por meio de agentes de trânsito. “Não é só o radar que reduzirá os acidentes. É preciso agentes de trânsito para sensibilizar motoristas, ciclistas e pedestres para um tráfego mais seguro”, diz.

Em 2011, foi aberto concurso público para contratação de 40 agentes. Até o momento, nenhum foi convocado. “Não vislumbro para 2014 a contratação desse pessoal. Não consegui sensibilizar as pessoas que poderiam apoiar a nomeação desses agentes. É uma das coisas que me sinto imponente”, comenta Chiossi. A prefeitura informa apenas que “o concurso, ainda, está em vigor”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: