A Fundação vem fazendo a varredura de imóveis com lixo e vários focos de pernilongo da dengue (Foto: Arquivo)

Antonio Archangelo

A Fundação vem fazendo a varredura de imóveis com lixo e vários focos de pernilongo da dengue (Foto: Arquivo)
A Fundação vem fazendo a varredura de imóveis com lixo e vários focos de pernilongo da dengue (Foto: Arquivo)

Em audiência na Câmara Municipal, o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Geraldo de Oliveira Barbosa, confirmou aos vereadores, na tarde do dia 25, que a Fundação já tinha alerta de uma possível epidemia de dengue em Rio Claro desde o ano passado.

“Desde 2014, já havia alerta de epidemia, já que tivemos uma em 2011. Estamos com três equipes para nebulização casa a casa, que é mais demorada que o fumacê. Temos duas atuando e uma terceira sendo montada. Temos a expectativa, com licitação, de termos cinco equipes atuando na cidade”, citou Barbosa.

Publicidade

Os dados da Fundação evidenciam que, no último quadrimestre do ano passado, foram realizadas 648 vistorias em pontos estratégicos relacionadas à dengue, além de 179 vistorias em imóveis especiais e 145 ocorrências solicitadas via 156.

De acordo com o novo boletim divulgado pela Vigilância Epidemiológica, são 1.800 casos de dengue notificados até este momento no município.

CASOS DE DENGUE

De acordo com os números divulgados pela Fundação de Saúde em 2007, a cidade registrou: 1.649 casos; em 2008 – 151; em 2009 – 07; em 2010 – 633 casos; em 2011 – 1.767; em 2012 – 222; em 2013 – 1.106 casos; e 2014 com 663 casos confirmados pela Saúde local.

Sobre os casos divulgados através de boatos de que a cidade teria mais casos do que o divulgado, a Fundação de Saúde negou, por exemplo, informações de que a cidade teria 15 mil registros da doença.

Sobre os casos em observação, a Fundação não divulgou a quantidade. E afirmou, através de nota: “A VE trabalha com notificações que são encaminhadas por hospitais privados, unidades de saúde e laboratórios. A VE também acompanha a movimentação nos serviços de saúde e tem constatado um grande número de pessoas com sintomas de dengue. Em algumas situações, a pessoa nem procura atendimento médico”, alega.

NEBULIZAÇÃO

A Fundação de Saúde também divulgou que realizará nebulização em vários setores da cidade neste fim de semana. Na manhã deste sábado (28) a nebulização será aplicada no ginásio de esportes e em áreas internas do Estádio “Augusto Schmidt Filho”.

A nebulização também será aplicada neste sábado na escola “Diva Marques”, no 37º Batalhão da Rodovia Washington Luís e no 1º Batalhão de Polícia Militar.

No domingo (1º) a equipe estará na sede da Cavalaria, Canil da PM e escolas “Monsenhor Martins”, “Pastor Neftali” e “Odilon Correa”. As visitações para orientação e eliminação de criadouros do mosquito da dengue prosseguem na área central neste sábado com maior atenção para a região do São Benedito. Na próxima semana as equipes chegarão até o centro comercial.

Mais em Notícias: