Rio Claro realiza neste mês, até segunda-feira (27), a campanha de tuberculose, com ações voltadas à identificação precoce dos casos e orientações à comunidade. Nas unidades básicas de saúde e unidades de saúde da família, desde o dia 13, foi intensificada a busca ativa a pessoas com sintomas de tuberculose e murais informativos foram organizados para chamar a atenção da comunidade para o tema. A tuberculose, apesar de ter tratamento e cura, pode levar à morte quando o diagnóstico é tardio.

O trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Saúde ao longo da campanha incluiu a realização de exames em pessoas que estão em situação de rua, por meio de parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Social e o Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas). A população em situação de rua é vulnerável e também está suscetível à transmissão e adoecimento por tuberculose. Nesta semana foram coletadas amostras para exames de pessoas que se encontravam no Jardim Público, Praça Dalva de Oliveira, Casa de Passagem e no Centro Dia do Idoso. Outras parcerias também são realizadas e incluem instituições de ensino e sistema prisional.

No decorrer do ano a busca ativa por pessoas que possam ter a doença é realizada na rotina dos serviços de saúde e é intensificada nas campanhas dos meses de março e setembro. O diagnóstico precoce possibilita o início do tratamento, proporcionando melhora na qualidade de vida do paciente e quebra da cadeia de transmissão. A tuberculose é transmitida por vias aéreas superiores, por meio da fala, tosse e espirro de pessoas que convivem com o doente sem tratamento adequado.

Mesmo após a campanha, a população deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência caso apareçam sinais e sintomas de tuberculose e é de extrema importância que as pessoas que convivem com doentes de tuberculose também sejam avaliadas. Os principais sintomas da tuberculose são tosse persistente, febre baixa, suor noturno, falta de apetite, perda de peso, cansaço fácil, fraqueza e dor no peito.

O tratamento é realizado apenas pela rede pública de saúde e o acesso se dá por meio dos serviços da rede de atenção à saúde da Secretaria de Saúde de Rio Claro.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Rio Claro terá feiras livres na sexta, sábado e domingo

Rio Claro teve 13 novos casos de Covid em 24 horas

Rio Claro vacinou na terça-feira 1.160 pessoas contra a Covid