Da Redação

Seja para afastar espíritos maus, crendices na passagem da morte para a vida eterna, sacríficos e até para expressar a arte, as máscaras manifestam muito além do que os olhos podem ver na vida cotidiana. Desbravando esse universo, a Samuca invadiu o imaginário e trouxe revelações no tema-enredo “Com as máscaras da vida, tudo acaba em Carnaval”.

Com um desfile técnico e empolgante, contagiou os foliões que compareceram na Passarela do Samba. Mais de mil componentes cantaram, sambaram e animaram o público. A agremiação abriu o espetáculo da noite deste domingo (7), colorindo a Rua 3-A com um show de luzes e efeitos.

Antes do desfile, a Samuca enfrentou problemas na concentração. Segundo consta, uma alegoria da A Casamba que apresentou problemas teria atrapalhado a saída da escola. Com isso, a Samuca deve entrar com pedido de recurso na apuração das notas nesta segunda-feira (8), pedindo penalização da amarela e branca.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Saiba como denunciar assédio sexual sofrido no trabalho

Rio Claro vacina contra a Covid a partir das 7h30