Divulgação 

Rio Claro irá inaugurar em breve uma Sala Verde no Lago Azul, projeto criado pelo Ministério do Meio Ambiente para incentivar o desenvolvimento de ações e programas educacionais voltados à questão ambiental. A Sala Verde irá funcionar em prédio localizado à entrada do parque, que antes abrigava a Vigilância Patrimonial. O imóvel está sendo reformado por voluntários com material obtido por meio de doações.

“Essa é uma das ações que serão realizadas com objetivo de revitalizar o Lago Azul. Estamos trabalhando para recuperar o playground e o lago para uso da comunidade”, explica o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou a reforma para a implantação da Sala Verde nesta quinta-feira (9).

“A Sala Verde será um espaço de apoio para complementar as atividades realizadas na sala de aula”, informa o vereador Seron, autor do projeto de lei que adaptou o projeto federal para o âmbito municipal. Na escola, as crianças terão acesso às informações teóricas que serão complementadas pelas vivências práticas realizadas no Lago Azul. A Sala Verde terá uma pequena biblioteca com livros, jogos e material didático fornecidos pelo governo federal. “A ideia é trabalhar com todos os alunos da rede municipal de ensino”, comenta William Oliveira, gerente de Operações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

“Essa é mais uma ação desenvolvida pela prefeitura dentro do programa Município Verde Azul”, informa o secretário de Meio Ambiente, Antonio Penteado. Rio Claro sediará em setembro a segunda etapa de certificação do programa do governo estadual que premia os municípios pelos investimentos feitos no meio ambiente.