Rio Claro deu um passo importante na preparação para iniciar a campanha de vacinação contra a Covid-19.  O município finalizou o Plano Municipal de Vacinação, que na sexta-feira (15) foi apresentado ao prefeito Gustavo Perissinotto. O plano estabelece como será a vacinação no município, que começará assim que as doses forem enviadas pelo governo estadual ou federal.

“No que depende do município, estamos prontos para vacinar a população. O plano foi bem estruturado por nossa equipe de saúde”, afirmou o prefeito Gustavo, que anunciou para a próxima segunda-feira (18), às 11h30, coletiva de imprensa para detalhamento do plano.

“O documento contém as diretrizes para que a vacinação aconteça de maneira ordenada, sem aglomerações e sem longas filas”, frisa Suzi Berbert, diretora de Vigilância em Saúde. O plano municipal de Rio Claro foi construído com base no Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19 e no Plano Estadual de Imunização do Governo do Estado de São Paulo.  O objetivo é estabelecer as ações e estratégias para a operacionalização da vacinação contra a Covid-19 em Rio Claro.

“Conforme já acontece com a vacina antigripal, a vacina contra o coronavírus será oferecida em fases, e a partir do recebimento das vacinas temos condições de atender de acordo o público-alvo estabelecido”, explica Marco Aurélio Mestrinel, secretário municipal de Saúde.

O cronograma de vacinação prevê que na primeira fase serão vacinados os profissionais de saúde e depois os idosos. Cada pessoa deverá receber duas doses da vacina, que será aplicada mediante comprovação de que a pessoa está inserida em um dos grupos prioritários.

O plano municipal de vacinação contra a Covid-19 prevê que cerca de 33 mil pessoas sejam imunizadas em Rio Claro na primeira fase da campanha, sendo aproximadamente 7.500 profissionais de saúde.

Da reunião de trabalho desta sexta-feira no gabinete do prefeito também participaram o vice-prefeito Rogério Guedes, o secretário de Cultura Dalberto Christofoletti, a vereadora Carol Gomes e, do setor de Saúde, Geraldo Barbosa, Alcione Buzo, Muryllo Muller, Glaucos Paraluppi, Antonio Fernandes Junior e Werner Widmer.

Mais em Dia a Dia: