O falecimento de um homem por febre maculosa foi registrado no dia 25 de outubro, segundo a Fundação de Saúde

Divulgação

 O falecimento de um homem por febre maculosa foi registrado no dia 25 de outubro, segundo a Fundação de Saúde

O falecimento de um homem por febre maculosa foi registrado no dia 25 de outubro, segundo a Fundação de Saúde

A Vigilância Epidemiológica de Rio Claro confirmou na tarde desta segunda-feira, 24, um óbito por febre maculosa no município. O paciente, do sexo masculino, tinha 46 anos e foi atendido na rede privada de saúde. O falecimento foi registrado no dia 25 de outubro.

Amostras de sangue foram enviadas para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e o resultado, apresentado no final da tarde de quarta-feira, véspera do feriado prolongado, confirmou o diagnóstico. O possível local de contaminação fica próximo da zona rural da Mata Negra, onde o paciente foi pescar. No local existem muitas capivaras, que são animais hospedeiros do carrapato-estrela, transmissor da doença. A Vigilância Epidemiológica orienta para que as pessoas tomem os cuidados necessários ao frequentarem locais em que haja a presença de animais hospedeiros do carrapato-estrela.

A matéria na íntegra você confere na edição impressa do JC nesta terça-feira (25).

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.