O prefeito Juninho da Padaria e o secretário de Saúde de Rio Claro, Maurício Monteiro, confirmaram na tarde desta quinta-feira (9) o primeiro óbito por conta do novo coronavírus.

Na oportunidade, o chefe do Executivo atualizou os números: “Infelizmente não era a notícia que queríamos trazer. Os casos confirmados aumentaram para cinco (5) e o município confirmou o primeiro óbito em razão do Covid-19. É de uma senhora. Temos ainda outros três óbitos em investigação. Além disso são 48 casos em investigação. Destes 22 estão internados – seis na UTI”.

O prefeito ainda declarou que dos seis pacientes que estão na UTI, dois são crianças: “Peço que a quarentena seja cumprida e que todos aqueles que podem fiquem em casa”.

Primeira vítima confirmada

Na edição desta quinta-feira (9), o Jornal Cidade trouxe o caso da idosa Roseli Aparecida Bonaldo de Souza, 63 anos, que foi sepultada na quarta-feira (8) no Cemitério Parque das Palmeiras. Ela tinha feito uma viagem (cruzeiro) e quando retornou já chegou com sintomas de gripe. Em casa, em poucos dias, sentiu o quadro piorar e procurou um hospital particular de Rio Claro onde foi decidida a transferência dela para um hospital em Piracicaba. Assim que chegou em Piracicaba, Roseli já precisou ser entubada. A família disse ao Jornal Cidade que em um teste rápido havia dado positivo para Covid-19 e que aguardavam ainda o resultado do primeiro exame enviado para São Paulo, o que veio a se confirmar pelo anúncio do prefeito Juninho que citou que a primeira morte por Covid-19 foi de uma senhora. Rio Claro tinha quatro óbitos suspeitos aguardando resultados, porém destes quatro, apenas um era de uma mulher, portanto de Roseli.