Prefeitura só troca iluminação em áreas de livre acesso para toda população

93

Antonio Archangelo/Coluna PolítiKa

Na foto de arquivo, o prefeito Du Altimari acompanhando a troca de iluminação em bairro de Rio Claro
Na foto de arquivo, o prefeito Du Altimari acompanhando a troca de iluminação em bairro de Rio Claro

Se a “taxa” de iluminação anda desagradando parte da população, a Coluna evidenciou na sexta-feira (23), que nem todos os postes com iluminação receberão manutenção da empresa contratada pela Prefeitura para providenciar a manutenção da iluminação desde que a municipalidade foi obrigada a assumir o serviço. As áreas de livre cesso recebem a manutenção, “onde não há livre acesso” a prefeitura não faz o serviço, disse por telefone, a assessoria da prefeitura.

Entre as áreas sem livre acesso estão os condomínios fechados, onde toda a rede de distribuição de energia foi feita e doada para a concessionária Elektro que realizava a manutenção. Com a mudança no serviço,, os moradores passarão a arcar com a iluminação destes postes localizados em ruas dentro das citadas áreas.

Porém, a concessionária Elektro informou que o impasse está com “análise em andamento no momento.”

“As instalações de iluminação pública foram transferidas para as Municipalidades desde 01/01/2015, conforme Resolução ANEEL n.º 414/2015, sendo que as instalações de iluminação pública inseridas em condomínios, a depender da época e da legislação aplicável, possuem um tratamento diferenciado. A Prefeitura juntamente com a Elektro estão analisando caso a caso, para verificar qual será a tratativa específica para o assunto, estando a análise em andamento no momento”, citou a empresa através de sua assessoria de imprensa.

Cabe lembrar, que os moradores de condomínios fechados também pagam a “taxa de iluminação” que vem sendo cobrada na conta de energia elétrica que recentemente foi alvo de decisão judicial obrigando a cobrança em códigos separados.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: