Lixo acumulado por proprietário de casa no Bairro do Estádio. Prefeitura limpou o local

Da Redação

Lixo acumulado por proprietário de casa no Bairro do Estádio. Prefeitura limpou o local
Lixo acumulado por proprietário de casa no Bairro do Estádio. Prefeitura limpou o local

A prefeitura está apertando o cerco contra os acumuladores de lixo na cidade. A administração municipal iniciou na semana passada uma operação de limpeza em imóveis com acúmulo de materiais e resíduos. A ação resultou na retirada de 60 toneladas de lixo de uma residência no Bairro do Estádio.

Nessa terça-feira (03), eles voltaram ao local para efetuar nova limpeza. Agentes da Defesa Civil, da Guarda Civil Municipal (GCM) e de Combate a Endemias retornaram ao bairro para limpar a terceira casa pertencente ao mesmo proprietário do imóvel onde foram recolhidas as 60 toneladas de lixo. A casa fica na Avenida 21, entre as Ruas 20 e 21.

De acordo com a prefeitura, foram retirados cinco caminhões de lixo e entulho do local. O material foi encaminhado para o aterro sanitário. “O volume representa mais 60 toneladas de material amontoado criando riscos à saúde pública”, destaca. A ação deve continuar nesta quarta-feira (04).

A prefeitura afirma que “vários bairros da cidade são afetados por esse grave problema social, que acaba acarretando transtorno na convivência com vizinhos e na qualidade de vida de toda população”. O mesmo cenário foi detectado nos bairros São Miguel, Jardim Novo, Distrito Industrial, Mãe Preta, Estádio, Jardim Conduta, Cidade Jardim e Santa Eliza. A acumulação de lixo pode facilitar a proliferação de insetos e criadouros do mosquito da dengue.

DENÚNCIAS

Enquanto isso, moradores do Cidade Nova pedem às autoridades que façam a mesma operação em uma casa localizada na Rua 5-A, entre as Ruas 3-B e 4-B. O imóvel está cheio de lixo e há suspeita de que possa haver criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue.

Lixo acumulado por proprietário de casa no Bairro do Estádio. Prefeitura limpou o local
Lixo acumulado por proprietário de casa no Bairro do Estádio. Prefeitura limpou o local

A denúncia foi feita pelo WhatsApp da redação do Jornal Cidade (99942-4100) pelo munícipe Antônio Carlos de Araújo. Segundo ele, a casa é semi-abandonada porque duas pessoas pernoitam no local. Porém, o imóvel não tem condições de ser habitada porque está cheia de lixo de vários tipos. O local é fonte de insetos e bichos que invadem as residências vizinhas.

Araújo comenta que o temor maior é pela dengue, já que há suspeitas de criadouros no local. Ele destaca que não adianta os vizinhos cuidarem de suas casas se há foco do outro lado da rua, basta apenas o mosquito atravessá-la. Reclamações já foram feitos às autoridades, mas ainda não foram tomadas providências. Ele espera que com a liminar que autoriza a prefeitura a entrar em imóveis fechados e/ou abandonados, uma varredura seja feita por lá para resolver definitivamente o problema.

Casos como esse podem ser denunciados à Sepladema (Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente) através do telefone (19) 3526-7156, para que sejam tomadas as devidas providências.