O prefeito de Rio Claro João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, assinou nesta terça-feira (28), no paço municipal, contratos com a Caixa Econômica Federal que vão destinar mais de R$ 1,5 milhão ao município. Os recursos serão liberados pelo governo federal por meio de seis emendas parlamentares obtidas com a intervenção de vereadores da cidade.

“São recursos importantes que vão ajudar a prefeitura a realizar obras solicitadas pela população”, declarou Juninho ao assinar os convênios. O prefeito agradeceu o trabalho realizado por deputados, senadores e vereadores para obtenção dos recursos. “Esses convênios são fruto de um trabalho de várias mãos e quem ganha com isso são a população e a cidade”, destacou.

“É uma conquista para Rio Claro”, resumiu Gilberto Brina, secretário de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento. “O país vive um momento difícil e esse aporte de recursos vai permitir a realização de alguns projetos importantes na cidade”, afirmou.

Paulo Roberto de Lima, secretário de Obras, também ressaltou a importância dos convênios para o município, que poderá executar serviços de pavimentação e recapeamento em alguns bairros. “As obras terão contrapartida da prefeitura”, informou.

O gerente de Governo da Caixa Federal, Márcio Capato, frisou a mobilização necessária para assinatura dos convênios. “Chegar a esse momento exige muita articulação política e trabalho para atender os requisitos necessários”, observou, enaltecendo o empenho de todos os envolvidos.

Também participaram do evento Juan Pena, gerente de Contratos da Caixa; Mário Lapa, supervisor de Obras da Caixa; e os vereadores Hernani Leonhardt, José Pereira dos Santos, Maria do Carmo Guilherme, Paulo Guedes e Rogério Guedes; membros da equipe do governo municipal e outras autoridades.

As emendas foram destinadas pelos deputados federais Nelson Marquezelli (R$ 250 mil), via vereador Hernani Leonhardt; Luiz Lauro (R$ 298,2 mil), via vereador Rogério Guedes; Paulo Freire (R$ 248,3 mil), via vereador José Pereira dos Santos; Vanderlei Macris (R$ 248,3 mil), via vereador Paulo Guedes; Baleia Rossi (R$ 250 mil), via bancada do PMDB na Câmara Municipal composta pelos vereadores Maria do Carmo Guilherme, Hernani Leonhardt e Pastor Anderson Christofoletti; e senadora Marta Suplicy (R$ 248,3 mil), via vereadora Maria do Carmo Guilherme. Os recursos serão investidos em obras de infraestrutura, como recapeamento e pavimentação.