População questiona vazamentos e plantão do Daae

91

Ednéia Silva

Hidrante aberto próximo ao estádio Benito Castellano
Hidrante foi despressurizado para reparos na rede de água

No fim de semana foram registrados problemas com vazamento de água na rede pública em alguns bairros da cidade. A população questiona o funcionamento do plantão da equipe de manutenção do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) aos finais de semana. O vereador João Teixeira Junior afirma que os plantões foram suspensos.

Na Avenida 9, entre as Ruas 16 e 17, no Jardim Claret, um cano estourou no domingo quando começou a vazar água no local. O Daae foi acionado pelos moradores, mas não compareceu. O vazamento de água durou todo o domingo e também na segunda-feira quando o conserto foi feito no final da tarde. Em tempo de incentivo à economia de água, o desperdício de água tratada gerou queixas por parte de quem se deparou com o problema.

O diretor da Defesa Civil de Rio Claro, Danilo de Almeida Kuroishi, atendeu a ocorrência porque a população temia problemas na fundação dos imóveis por causa da infiltração de água. Segundo ele, não foi constatado nenhum problema nas residências. O diretor conta que a Defesa Civil foi chamada na tarde de segunda-feira e acionou o Daae.

Outro problema referente ao abastecimento é a mudança na coloração da água em alguns bairros. O problema foi constatado por moradores da região da Vila Nova e da Vila Martins, no último fim de semana. A água chegou às torneiras com aspecto “enferrujado”, deixando a população com receio de consumi-la. Na região dos bairros Vila Operária e Jardim Portugal, o problema foi a falta de água. O abastecimento foi interrompido na noite de sexta para sábado. Desde que o fornecimento foi restabelecido, água apresenta cor esbranquiçada.

No início da manhã dessa terça-feira (12), a redação do JC foi acionada por causa do vazamento de um hidrante localizado na Rua 3 com a Avenida 23, próximo ao campo do Velo Clube. A água jorrava do hidrante e quem passava pelo local queria saber se era devido a problemas com vazamento ou alguma obra em andamento nas imediações.

Questionado sobre os plantões, o Daae informou que possui plantão diário até a meia noite “e uma equipe de sobreaviso para atender emergências relacionadas ao abastecimento, inclusive nos fins de semana e feriados”. Sobre o vazamento na Avenida 9, a autarquia esclarece que “o conserto da tubulação foi executado na segunda-feira, dia 11, pela equipe de manutenção e não houve falta de água no bairro”.

Sobre o hidrante na Avenida 23 com a Rua 3, o Daae explica que não se trata de vazamento de água. O hidrante foi aberto para despressurizar a rede de distribuição de água. O procedimento foi necessário para a realização de reparos na rede que se rompeu na Rua 8, entre as Avenidas 25 e 27, no bairro Cidade Jardim. O serviço foi concluído e o equipamento fechado no final da manhã dessa terça-feira (12).

Quanto à coloração da água em alguns bairros, o Daae disse que entre as 18 e 23 horas de domingo (10) aconteceu uma queda de energia na região da ETA 2, localização na estrada municipal que liga Rio Claro ao Distrito de Ajapi. A falta de energia provocou o desligamento da estação, responsável pelo abastecimento de 60% do município, onde estão localizados os bairros da região norte do município, como o Grande Cervezão, Mãe Preta, Jardim Village, Parque Residencial, Vila Industrial, Vila Verde, Vila Nova, entre outros.

De acordo com o Daae, “assim que a energia retornou as bombas foram religadas e a estação voltou a funcionar”.

“Nesses casos, em que ocorre o desligamento involuntário e prolongado da estação, pode ocorrer o aparecimento de água com uma coloração mais escura nas torneiras, mas a situação é pontual e momentânea em bairros onde a rede de distribuição ainda é mais antiga”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: