Polícia Militar registra o quarto homicídio em Rio Claro

172

Sidney Navas

Com a morte de Antônio Feitosa da Silva na madrugada de quinta-feira (22), a cidade já contabiliza cinco mortes violentas desde o começo do ano até agora, sendo quatro homicídios e uma outra em decorrência de intervenção policial, quando um rapaz acusado de tentativa de furto, no Vila Olinda, acabou sendo baleado e morto pela PM, no último dia 6.

Feitosa da Silva havia sido baleado durante a noite de quarta-feira (21), quando estava no cruzamento da Avenida 54 com a Rua 26, na divisa dos bairros Santa Elisa e Jardim Panorama. Ele chegou a ser socorrido em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo informações fornecidas pelo capitão do 37º BPMI (Batalhão da Polícia Militar no Interior), Marcos Paulo Barreto, inicialmente o caso foi tratado como tentativa de homicídio e que agora compete à Polícia Judiciária instaurar e conduzir o devido inquérito. “Mas é bom deixar claro que, a partir do momento em que fomos informados deste óbito, para a Polícia Militar, o caso evoluiu para homicídio consumado e certamente fará parte das próximas estatísticas”, explica o policial.

Estatísticas

No ano passado, de acordo com os dados oficiais da Secretaria Estadual de Segurança Pública, 38 pessoas foram vítimas de homicídios dolosos aqui na cidade. Entretanto, a imprensa contabilizou um total de 45 mortes violentas e mais um latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: