Pesquisa da ANP coloca a gasolina de Rio Claro como a mais cara da região

236

Ednéia Silva

Litro da gasolina na bomba em Rio Claro custa, em média, R$ 3,30 segundo pesquisa da ANP (foto Marcelo Camargo/ABr)
Litro da gasolina na bomba em Rio Claro custa, em média, R$ 3,30 segundo pesquisa da ANP (foto Marcelo Camargo/ABr)

Uma pesquisa realizada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo) aponta que Rio Claro tem a gasolina mais cara na região. O levantamento foi feito entre os dias 5 e 11 de abril em 2.360 postos de combustíveis em 117 municípios paulistas. O preço médio da gasolina em Rio Claro custa R$ 3,30, com mínimo de R$ 3,195 e máximo de R$ 3,399. O preço médio nacional é R$ 3,311 e o paulista, R$ 3,149.

No ranking do preço mínimo no estado, Rio Claro ocupa a 99ª posição em ordem crescente (do mais barato para o mais caro) ou a 19ª em ordem decrescente (do mais caro para o mais barato) de valores. Com relação ao preço máximo, o município está em 102º lugar e 16º lugar, respectivamente. Na escala do preço médio, a cidade fica em 100º e 18º lugares. A pesquisa foi realizada em 15 postos.

De acordo com a ANP, a gasolina mais barata é vendida em Santa Barbara D’oeste onde o preço médio custa R$ 3,05 (R$ 2,899/R$ 3,199). Em seguida vem Americana com preço médio de R$ 3,12, Leme (R$ 3,12), Limeira (R$ 3,13), Araraquara (R$ 3,14), Araras (R$ 3,17), Pirassununga (R$ 3,18), Piracicaba (R$ 3,19) e São Carlos (R$ 3,20).

No Estado de São Paulo, os preços mais baratos foram verificados nas cidades de Bauru (R$ 3,023), Dracena (R$ 3,039), Santa Bárbara d’Oeste (R$ 3,053), Taboão da Serra (R$ 3,054), Sao João da Boa Vista (R$ 3,055), Várzea Paulista (R$ 3,061), Taubaté (R$ 3,074), Itapetininga (R$ 3,077), Ourinhos (R$ 3,078) e São José dos Campos (R$ 3,078).

Os preços médios mais caros foram registrados em Avaré (R$ 3,375), Jales (R$ 3,363), Monte Alto (R$ 3,36), São José do Rio Preto (R$ 3,346), Catanduva (R$ 3,344), Cubatão (R$ 3,343), Santos (R$ 3,333), Botucatu (R$ 3,328), Barretos (R$ 3,328) e Apiaí (R$ 3,327).

Nesse período, o litro do diesel foi vendido a R$ 2,697 (médio), sendo mínimo de R$ 2,599 e máximo de R$ 2,799. O botijão de gás custava, em média, R$ 42,63 com preço máximo de R$ 45,00 e mínimo de R$ 38,00. Foram pesquisados oito revendedores de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) no município.

Na semana anterior de 29 de março a 4 de abril, o preço médio da gasolina custava R$ 2,286 e antes disso, R$ 2, 269. Os dados da pesquisa podem ser conferidos no site da ANP pelo endereço www.anp.gov.br.

3 COMENTÁRIOS

  1. **PRATICAR ABUSO NO PREÇO DA GASOLINA , NA CIDADE DE **RIO CLARO***NÃO E NENHUMA NOVIDADE**TAMBÉM NÃO E NENHUMA NOVIDADE **QUEM PRATICA ESTES TAIS ABUSOS***O PREÇO PRATICADO NA CIDADE DE RIO CLARO FICA ENTRE$$3,20 A $$3,30>>>>>>O QUE MAIS IMPRESSIONO ***QUE OS POSTOS QUE PRATICA ESTES PREÇOS ABUSIVOS **CHEGA FAZER FILAS PARA ABASTECER***QUAL SERA O MISTÉRIO!!!!SERA QUE O CONSUMIDOR **RIO CLARENSE GOSTA DE PAGAR MAIS CARO PELO COMBUSTÍVEL***O PREÇO DO ETANOL$$2,10 $$2,25>>>OS POSTOS GRAL EM CORDEIRÓPOLIS E LIMEIRA>>NA RODOVIA WASHINGTON LUIZ>>RODOVIA . **ANHANGUERA** $$1,89>>PELO PREÇO DO ETANOL UMA DIFERENÇA $$0,30 POR LITRO ****ESTE PREÇOS EM MEDIA PRATICADO ATE CHEGAR NA CAPITAL **PAULISTA***INFELIZMENTE SOMOS 0 PRIMEIRO LUGAR QUANDO SE TRATA >>ESTUPRAR O BOLSO DO CONSUMIDOR<<<>A VAIDADE DESTE CARTEL DOS COMBUSTÍVEIS RIO CLARENSE **RECLAMAR E FICAR DANDO MURROS EM PONTAS DE FACAS***SÓ PARA LEMBRAR>>OS POSTOS QUE PRATICA PREÇOS ABUSIVOS SÃO OS MAIS VISITADOS PELO CONSUMIDOR***MESMO PORQUE RESTA POUCA OPÇÃO DE ESCOLHA****E UM SINCRONISMO NOS PREÇOS **DE DAR INVEJA A QUALQUER OUTRO SEGUIMENTO INDUSTRIAL******

Qual sua opinião? Deixe um comentário: