O empresário explica que os pais podem fazer uma revisão rápida nos brinquedos antes dos filhos brincarem

Carine Corrêa

Com experiência no ramo de brinquedos há mais de 20 anos, o empresário Cláudio Muniz explica quais são os cuidados necessários para que as crianças possam brincar nos playgrounds com mais segurança. A falta de manutenção, segundo o empresário, é um dos fatores que mais contribuem para o alto índice de acidentes envolvendo crianças em parquinhos.

“O fabricante dos brinquedos instala e fornece uma garantia de 12 meses de uso. No entanto, é preciso fazer três tipos de manutenção, previstos nas normativas: uma diária, uma a cada três meses e outra uma vez por ano. A manutenção anual deve ser feita direto com o fabricante ou com uma empresa especializada que irá emitir a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e um laudo técnico”, frisa Muniz. “A criança coloca na sua mão a responsabilidade de cuidar da vida dela”, alerta o empresário.

 O empresário explica que os pais podem fazer uma revisão rápida nos brinquedos antes dos filhos brincarem

O empresário explica que os pais podem fazer uma revisão rápida nos brinquedos antes dos filhos brincarem

Há ainda outros fatores técnicos fundamentais para garantir uma diversão mais segura. Os brinquedos são fabricados a partir de critérios específicos, como por exemplo a faixa etária. “A cada faixa etária você determina um tipo de brinquedo. Para determinar o brinquedo apropriado, é preciso seguir a três perguntas fundamentais, que são: qual a área útil em que ele será implantado? Qual a faixa etária? Qual o tipo do piso/solo?”, explica Cláudio. Todo brinquedo tem um entorno de segurança determinado pela altura do brinquedo, que por sua vez é determinada em função da faixa etária.

Pais
Muniz ainda recomenda para que os pais também atuem como agentes fiscalizadores, zelando pela segurança dos seus filhos. “Se você tem um filho de 2 ou 3 anos, por exemplo, deve avaliar qual brinquedo não coloca em risco a vida da criança. Nesta faixa etária não cabe o uso de brinquedos altos. Os pais podem ainda fazer uma inspeção rápida. Olhar os brinquedos para ver se não tem prego ou pontas de parafuso. Podem fazer uma breve análise da estrutura e checar se está firme e se não tem ferrugem. Podem ainda verificar o piso, não só sua limpeza, mas também se é amortecido”, conclui.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.