Um levantamento do Ceapla/Unesp Prefeitura de Rio Claro apontou que o mês de outubro deste ano foi o mais chuvoso se comparado com outros meses de outubro desde 1994: “Esse fator está atrelado à entrada de mais frentes frias e aos efeitos da La Niña. Tivemos no mês passado 236,1 milímetros de chuva. Para se ter uma ideia a quantidade que mais se aproximou disso foi no ano de 2001 com 182,6 milímetros”, explicou o técnico Carlo Burigo.

O profissional ainda apontou que, apesar da grande quantidade de chuva no mês passado e o “respiro” para a estiagem que o rio-clarense enfrentava até então, a média esperada para este ano deve ficar abaixo: “O nosso acumulado até o momento é de 903,4 milímetros e o esperado até o final de dezembro é de 1.436,7 milímetros. Para alcançar este número falta chover 533,3 milímetros e esse número, se dividido entre novembro e dezembro, teria que chover bem mais que o mês de outubro inteiro, o que é bem pouco provável”, disse Burigo.

Outubro só perdeu em quantidade de chuva este ano para janeiro, quando choveu 250,8 milímetros. Já o mês mais seco foi setembro com 7,4 milímetros. Abaixo de 10 milímetros também ficou o mês de agosto com apenas 9.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Quina de São João teve 11 ganhadores; confira os números

Nova edição da JC Magazine chega aos leitores