Município planta mais de 200 árvores para proteção de nascentes

184

Nas duas últimas semanas a prefeitura de Rio Claro plantou mais de 200 árvores. Desse total, 147 foram plantadas somente nesta semana, já que nesta sexta-feira (28) é comemorado o Dia do Rio Corumbataí. Como forma de celebrar a data, o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) realizou a ação em sete nascentes no perímetro urbano do município.

A atividade da prefeitura integrou o projeto “Nascentes” e foi realizada com a participação da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), cujo objetivo é recuperar e ampliar a proteção e conservação dos recursos hídricos em um total de 10 nascentes da cidade.

“Ação desta semana é uma forma de prestarmos homenagem ao rio Corumbataí e reafirmar a importância da conscientização ambiental”, comenta o superintendente do Daae, Ricardo Pires de Oliveira, ressaltando que esse trabalho é importante para a proteção de mananciais, uma das prioridades definidas pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “A atual administração dá total atenção às questões ambientais”, acrescenta.

Na terça-feira (25) foram plantadas 71 mudas no bairro Mãe Preta, onde há quatro nascentes. Na quarta-feira, o trabalho foi feito em duas nascentes no Jardim Nova Rio Claro, com o plantio de 44 mudas e na quinta-feira, a nascente modelo, localizada no bairro Vila Cristina, recebeu 32 novas mudas de árvores. Inaugurada em julho do ano passado, a nascente modelo já recebeu o plantio de 262 mudas e também é mais uma ação do município pela educação ambiental, pois conta com visitas monitoradas de estudantes das escolas municipais.

Na semana passada, em comemoração ao Dia da Árvore celebrado em 21 de setembro e ao início da primavera, no dia 22, o Daae realizou o plantio de 54 mudas, sendo 24 em nascente do bairro Benjamin de Castro e 30 no bairro Diário Ville, onde estão localizadas duas nascentes., totalizando nestas duas semanas, o plantio de 201 árvores.

“Realizamos o plantio em 10 nascentes no município, sendo cinco, em áreas próximas ao Rio Corumbataí e cinco próximas do Ribeirão Claro”, explica. “Mais do que recuperar e proteger as áreas verdes, estamos preservando a água, um dos bens mais valiosos do mundo”, ressalta.

Essas iniciativas também fazem parte da diretiva “Gestão das Águas”, do Programa Município Verde Azul (PMVA), do governo estadual, que pontua investimentos ambientais feitos pelos municípios. As cidades que atingem a pontuação necessária obtêm certificado e garantem prioridade na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (Fecop).

“Ao término desta etapa do projeto, o Daae dará início a fase rural, quando será necessária a colaboração dos proprietários para que autorizem a entrada dos funcionários da autarquia e da Secretaria do Meio Ambiente para a realização dos diagnósticos das nascentes, e posterior plantio de mudas, visando a recomposição da mata ciliar”, reforça o superintendente do Daae, Ricardo Pires de Oliveira.

Viveiro do Daae

Com trabalho constante pela conservação e preservação do meio ambiente, principalmente das nascentes e mananciais, o Daae vem realizando desde o ano passado vários outros trabalhos, como a reforma e a manutenção do viveiro da autarquia, localizado na Estação de Tratamento de Água (ETA) 2, na estrada que liga o Distrito Industrial ao distrito de Ajapi.

Neste ano, foram doadas pelo viveiro do Daae cerca de 2.200 mudas de árvores nativas e frutíferas, para plantio em Áreas de Preservação Permanente (Apps) e chácaras, sítios e fazendas no entorno de cursos d’água e nascentes para proteger os recursos hídricos contra erosão e assoreamento.

O Daae e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente também participam de programas do Comitê PCJ que visam preservação dos recursos hídricos das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: