Munícipe sugere melhorias em biblioteca

85

Valdira Guimarães Augusto

Munícipe sugere melhorias na velocidade da internet e a construção de um jardim no local
Munícipe sugere melhorias na velocidade da internet e a construção de um jardim no local

O engenheiro químico Adilson Santiago Pires, em algumas ocasiões que precisou utilizar a Biblioteca Municipal Lenira Fraccarolli, no Gabinete de Leitura, à Avenida 4, afirma ter observado que algumas melhorias se fazem necessárias no local. Para ele, tais melhorias na estrutura da biblioteca poderiam influenciar de forma positiva na formação de cada cidadão. Entre as suas sugestões, Pires destaca que atualmente os frequentadores enfrentam uma grande barreira no que se refere à baixa velocidade da internet.

“A velocidade é menor que 1 mega, o que dificulta o acesso à internet, principalmente quando todos os computadores existentes estão sendo utilizados simultaneamente. A substituição da atual operadora por outra que possa oferecer um aumento da capacidade de MB nas bibliotecas públicas municipais facilitaria o acesso aos atuais usuários”, sugere o munícipe.

Outra ressalva de Pires aponta para a construção de um jardim na área vaga do andar térreo, ao fundo do Gabinete de Leitura. “Seria um espaço equipado com bancos e coletores de lixo, o que proporcionará um ambiente agradável e em contato com a natureza”, diz. Além disso, ele também sugere que as empresas doem livros para acervo das bibliotecas públicas municipais. “Ou ainda o município destinar uma verba orçamentária para a renovação do acervo da instituição”, avalia.

Área externa da Biblioteca Municipal Lenira Fraccarolli, no Gabinete de Leitura
Área externa da Biblioteca Municipal Lenira Fraccarolli, no Gabinete de Leitura

Atualmente o Gabinete de Leitura funciona das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados das 8h às 13h. O local conta com mais de 25 mil associados e possui um acervo de mais de 45 mil volumes de diferentes gêneros. Além disso, conta ainda com um acervo de livros raros com obras do século 19 e 20.

Em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura, sobre as sugestões do engenheiro, a mesma informou que o Sistema Municipal de Bibliotecas, que inclui o Gabinete de Leitura, tem seu acervo ampliado continuamente, por meio de doações e aquisições. A nota diz ainda que, para possibilitar que mais pessoas tenham acesso à internet, a prefeitura implantou postos digitais em vários locais do município, entre eles o Gabinete de Leitura.

Sobre a velocidade da internet, serão estudadas medidas que contribuam para a melhora do serviço. “Vale lembrar que o prédio do Gabinete de Leitura é tombado pelo Condephaat e a construção de um jardim no local teria que passar por estudos e autorização do Condephaat”, informou a assessoria de imprensa.

1 COMENTÁRIO

  1. Boa noite,
    Há tempos que a prefeitura não investe na renovação do acervo da biblioteca, e está demonstrado que o publico rio clarense tem mais consciência com a educação do que o poder publico do municipio,ao doarem livros para a biblioteca.Contudo as doações nem sempre contemplam lançamentos recentes,que são procurados por alguns leitores.Oferecer varios pontos de internet de baixa capacidade de acesso, não resolve o problema.Estou pagando cerca de R$70,00 para a NET me oferecer 10MB. Os nossos dirigentes precisam entender, que o investimento em educação é mais importante e oferece mais retorno, do que investir em balonismo.Receio que se a comunidade não se mobilizar, esta situação não será alterada.
    Att. Adilson S. Pires

Qual sua opinião? Deixe um comentário: