De acordo com a PM, cerca de quatro mil pessoas participaram da manifestação do dia 15 de março em Rio Claro

Antonio Archangelo/Coluna PolítiKa

De acordo com a PM, cerca de quatro mil pessoas participaram da manifestação do dia 15 de março em Rio Claro
De acordo com a PM, cerca de quatro mil pessoas participaram da manifestação do dia 15 de março em Rio Claro

Através de nota oficial enviada para a imprensa, o Movimento “Rio Claro Vem Pra Rua” agradeceu o apoio dos munícipes que participaram da manifestação popular no último dia 15, convocando os populares a participarem da próxima manifestação, prevista para o próximo dia 12.

>>> VÍDEO: rio-clarenses saem às ruas no Centro em protesto

Confira a nota do movimento: “engrandecido com a credibilidade que nos foi depositada pela comunidade rio-clarense, vem a público agradecer o apoio das autoridades constituídas e de todos os cidadãos que acompanharam a manifestação do dia 15 de março de 2015. O grupo reafirma que é apartidário, não foca o Impeachment, tampouco o retrocesso e enfatiza que o principal objetivo é dar voz a uma população cansada da corrupção e do desgoverno e reitera que o propósito do Grupo é o de conscientizar a comunidade em relação à politica nacional, em repudio ao desgoverno e a corrupção que assola o nosso País. O movimento apela aos Senhores Congressistas que cumpram com seus deveres e restabeleçam a credibilidade da Nação e chama a todos que se juntem a nós em uma nova manifestação democrática familiar, apartidária, pacifica e com respeito à Ordem Pública que acontecerá no próximo dia 12 de abril de 2015, que está sendo divulgada na fanpage oficial”, conclui a nota.

Ao contrário do grupo de Rio Claro, o MBL (Movimento Brasil Livre), um dos responsáveis pela articulação do protesto na Avenida Paulista, se posiciona a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff e contra a intervenção militar, o MBL foi o primeiro dos grupos participantes do ato deste domingo a confirmar nova manifestação, que será realizada no dia 12 de abril, às 15 horas, no mesmo local. O grupo recolheu cerca de quatro mil assinaturas em favor do impeachment da presidente. O MBL acredita que novos protestos fortalecerão seus objetivos.