Mostra teatral apresenta panorama da produção da Cia. Tempero D’Alma

117

Lourenço Favari

A Mostra Teatral 2015 da Cia. Tempero D’Alma de Artes Cênicas terá início nesta quinta-feira (1º) e prossegue até segunda-feira (5) no Centro Cultural Roberto Palmari. Em sua quarta edição, a atividade apresenta os resultados dos cursos oferecidos pela trupe no Centro Cultural e das oficinas no Caps e na escola Chanceler Raul Fernandes.

Mostra apresenta resultados dos cursos oferecidos pela trupe para a comunidade, além de duas peças da companhia
Mostra apresenta resultados dos cursos oferecidos pela trupe para a comunidade, além de duas peças da companhia

Dos cinco espetáculos que estão na programação, duas são obras desenvolvidas pelos membros da companhia. “O espetáculo ‘Para Pina’ e ‘O Menino que Virou História’ são do repertório da Tempero D’Alma. As outras peças são dos alunos dos cursos e das oficinas”, esclarece o diretor do grupo, Cláudio Lopes.

“Para o público, a mostra é uma oportunidade de conhecer as obras e também os artistas da cidade. Já para os alunos é uma forma de mostrar o que aprenderam”, enfatizou.

PROGRAMAÇÃO

Na quinta-feira (1º), às 20 horas, será encenado o espetáculo Para Pina. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Na sexta-feira (2), com entrada gratuita, os alunos do Chanceler apresentam a peça O Fantástico Mistério de Feiurinha, em duas sessões: às 15 e às 20 horas.

No sábado (3), às 16 horas, a Cia Tempero D’Alma encena o infantil O Menino que Virou História, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia); já com entrada gratuita, no mesmo dia, é a vez da peça O Pequeno Príncipe, às 20 horas.

No domingo (4), O Pequeno Príncipe (gratuito) será apresentado às 16 horas, enquanto que O Menino que Virou História (a R$ 20 e R$ 10) entra no palco às 20 horas.

Por fim, na segunda-feira (5), com entrada franca, será encenada a peça Céu Aberto, com alunos do Caps III.

Todas as apresentações acontecem no Centro Cultural Roberto Palmari. A Mostra é uma realização da Cia. Tempero D’Alma e conta com o apoio da prefeitura, do Grupo Kino-Olho e da Lewul Eventos.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: