LÍVIA MARRA – SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

O pastor alemão Buddy, primeiro cachorro com diagnóstico para coronavírus nos Estados Unidos, precisou ser submetido a eutanásia. Segundo veterinários, ele possivelmente sofria de linfoma.

Segundo a agência AFP, há dúvidas se, assim como humanos, animais com doenças preexistentes podem ser mais suscetíveis a formas graves da Covid-19.

Outros animais já receberam diagnóstico para a doença pelo mundo.

Publicidade

Apesar disso, não há indícios de que pets transmitam o vírus a humanos, mas eles podem levar a contaminação para casa por meio das patas ou pelos, se alguém infectado tossir ou espirrar próximo ou animal ou fizer um carinho com a mão contaminada.

Por isso, a recomendação é manter a higiene, evitar passeios em áreas com muitas pessoas e animais e lavar as patinhas com água e sabão neutro sempre que chegar em casa.

Mais em Dia a Dia:

Morre o ex-presidente do Grupo Ginástico, Sergio Russo

Rio Claro tem 23 novos casos de coronavírus