Lucas Calore

Furtos de rodas de carros voltaram a ser registrados em Rio Claro. Nesta semana, cerca de três ocorrências desse tipo aconteceram em lugares distintos. A coincidência se dá pelo local dos fatos: em estacionamentos de estabelecimentos comerciais.

A ação dos bandidos foi rápida. O mecânico Cleriston Feliciano (33), que trabalha há 12 anos no ramo, fala sobre o assunto. “Uma pessoa que tenha o mínimo de conhecimento em troca de pneus consegue retirar as quatro rodas em cerca de 10 minutos. Alguém que já tenha experiência pode fazer em cinco minutos”, afirma.

Um aparelho ‘macaco’ e uma chave são suficientes para o serviço. Segundo o mecânico, em dupla ou mais pessoas a execução da retirada é ainda mais rápida. “Furtam e depois vendem no mercado negro”, conta.

Seguro

João Amaral, que trabalha com seguros de veículos, explica como o segurado pode ser ressarcido em caso semelhante. “O furto das rodas entra na cobertura de perda parcial, aplicando franquia para depois indenizar”, relata.

Antifurto

No mercado existe um kit de porcas antifurto, a serem colocadas em cada roda. Uma única chave com a combinação é disponibilizada para o dono. O investimento do material fica entre R$ 100 e R$ 150.