Imagens – Divulgação Polícia Militar Ambiental

Uma égua prenha morreu após sofrer maus tratos na terça-feira (26) na cidade de Pirassununga, segundo informações da Polícia Militar Ambiental. Um adolescente de 17 anos teria submetido o animal, que estaria prestes a entrar em trabalho de parto, a galopes excessivos e tal esforço, segundo laudo do médico veterinário, fez com que a bolsa da égua se rompesse, causando seu óbito em poucos instantes.

Diante dos fatos foi lavrado um Auto de Infração Ambiental, na modalidade de multa simples, no valor de R$3 mil reais, aplicado em dobro, no valor de R$6 mil reais, devido ter ocorrido a morte do animal.

As medidas administrativas foram tomadas com base no artigo 29 da Resolução SIMA 00/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal nos termos do artigo 32 da Lei Federal 9605/98. Vale ainda salientar que todas as medidas tomadas em relação ao infrator foram realizadas na presença de seu responsável.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Prefeitura altera trânsito na Visconde com a Avenida 32

Prefeito de Santa anuncia abono salarial de R$ 400,00 em dezembro