Lutador é vencedor no ringue e na vida

195

Adriel Arvolea

Luiz Gustavo com o cinturão que conquistou no 7º Campeonato de Boxe para Alunos em 2016, realizado no dia 11 de setembro
Luiz Gustavo com o cinturão que conquistou no 7º Campeonato de Boxe para Alunos em 2016, realizado no dia 11 de setembro

Luiz Gustavo Bagatini, 23 anos, tem Síndrome de Down. No entanto, esta apresentação inicial não é para restringi-lo quanto à sua alteração genética, mas, sim, mostrar o exemplo de vida que representa.

Ativo, pratica futebol e basquete. Há cinco anos também é aluno da Academia MM Boxe. Raríssimas vezes faltou às aulas. Além disso, é atendente numa tradicional loja no centro de Rio Claro. Numa rotina intensa, concilia o trabalho com os treinos nas modalidades esportivas.

E, no dia 11 de setembro, uma importa notícia: Luiz Gustavo sagrou-se campeão do 7º Campeonato de Boxe para Alunos 2016, promovido pela equipe Tony Boxe e apoio do Centro de Lutas Ryan Gracie, em São Paulo. O torneio reúne apenas alunos da modalidade que não competem, mas querem vivenciar um combate nos ringues.

Para o vencedor, uma experiência única. “Enfrentei o Tony, organizador do evento. Fiquei um pouco nervoso porque era a primeira vez num torneio, mas estava confiante. Venci o primeiro e o terceiro rounds, conquistando o cinturão. Quero lutar mais vezes e ser um campeão”, destaca.

Para o treinador Leonardo Macedo, da MM Boxe, o desempenho do aluno surpreende. “Todo mundo tem sua limitação, independente de quem seja. No início, fiquei, digamos, com certo receio, mas ele tem coordenação motora muito boa, sempre aprendeu com facilidade. Você vê ele fazendo alguns movimentos até melhor que muitas pessoas. No torneio, por exemplo, teve um desempenho bom, andou, bateu, se esquivou, bloqueou, ou seja, tudo o que um pugilista faz”, destaca Macedo.

E, além do título, o que mais o jovem almeja? “Quero ficar mais forte e com a barriga tanquinho”, diverte-se. Desta forma, Luiz Gustavo Bagatini cerra os punhos, tanto para a defesa quanto para o ataque, e no ringue da academia é o grande campeão na vida.

 

Qual sua opinião? Deixe um comentário: