Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Volumes pluviométricos devem ficar acima de 140 milímetros

AGÊNCIA BRASIL

O mês de julho será de poucas chuvas na parte central do país, de acordo com previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Já na porção mais ao norte da Região Norte e leste da Região Nordeste, a tendência é de chuvas acima da média. Os volumes pluviométricos devem ficar acima de 140 milímetros (mm).

No Sul do país, por outro lado, a estimativa é que as precipitações vão ficar abaixo da média para o período, com cerca de 160 mm. Na parte norte do Paraná, os volumes de chuva devem ser ainda mais baixos, de 80 a 100 mm.

Para o restante do país, a previsão é de chuvas abaixo de 80 mm. Entre os destaques está a região do Matopiba, como é conhecida a área entre os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, e a divisa de Minas Gerais e Goiás, onde os acumulados de chuva devem ser mais baixos, podendo, inclusive, não chover em determinadas áreas.

Temperaturas

Em relação às temperaturas, no Sudeste e na parte sul do Centro-Oeste, os termômetros devem variar entre 22º e 24ºC, podendo registrar períodos de maior frio. No Sul, a tendência é de temperaturas abaixo de 20°C. Nas áreas de serra, as temperaturas podem ficar abaixo de 10ºC. Além disso, a chegada de massas de ar frio podem baixar ainda mais as mínimas e favorecer a ocorrência de geadas.

Para o Norte, Nordeste e as porções mais ao norte do Centro-Oeste, a previsão é de temperatura acima de 24ºC. Apenas o sul da Bahia que deve registrar clima mais ameno, com termômetros entre 20º e 22ºC.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Prefeitura realiza nova ação no viaduto do Cervezão

Rio Claro inaugura dia 18 o Centro de Inovação Tecnológica

Rio Claro vacina contra a Covid nesta 6ª-f a partir das 7h30