A diretoria do Rio Claro anunciou ontem (2) que o técnico Adilson Teodoro havia sido desligado do comando do Rio Claro Futebol Clube para a reta final da Série A-2 do Paulista, mas a situação teve uma reviravolta no período da tarde.

Ontem pela manhã (2), segundo o presidente do Rio Claro Dayvid Medeiros, após a derrota por 2 a 1 para o São Bento, no último sábado (29), Adilson teria procurado a diretoria do Rio Claro e dito que estaria “sem clima” para continuar no comando da equipe. Com isso, as partes conversaram e decidiram que a saída do treinador seria o melhor.

A reportagem do JC entrou em contato com o treinador que chegou a agradecer pelos mais de cinco anos de trabalho no clube e afirmou que aos poucos os motivos pelo projeto não ter dado certo irão aparecer.

À tarde, na reapresentação dos jogadores no Estádio Augusto Schmidt Filho, todos os jogadores chegaram juntos e se dirigiram aos vestiários. Em seguida diretores e o presidente entraram para uma reunião com os atletas que, de forma unânime, pediram para os dirigentes o retorno do técnico Adilson Teodoro. A cúpula deixou o vestiário e, após se reunir na sala da presidência, voltou aos vestiários para informar aos atletas que acatariam o pedido dos jogadores.

Em contato com o presidente do Rio Claro, ele confirmou que Adilson Teodoro aceitou o convite para retornar ao cargo.

“Ele retorna nesta terça ao trabalho, ele reconsiderou o pedido de todos”, declarou o presidente.

O presidente também confirmou a saída do executivo de futebol Almir Dionísio e do auxiliar técnico Wagner Salino.

“São ajustes que tinham que ser feitos para não atrapalhar a convivência e o andamento do restante do campeonato”, acrescentou.

Jogadores pediram retorno de Adilson ao Galo Azul

Após a cerca de duas horas de reuniões, os jogadores do Rio Claro FC deixaram os vestiários para realizar o primeiro treinamento visando à partida da próxima quarta-feira (4) contra o São Bernardo pela décima rodada do Campeonato Paulista da Série A-2.

O volante Acleison e o capitão do time, o goleiro Dheimison, se pronunciaram sobre o pedido do elenco pelo retorno do técnico Adilson Teodoro.

“Foi uma situação complicada, porque nós temos um elenco muito forte e unido, mesmo sabendo das dificuldades do clube, nunca ocorreu problema dentro do vestiário. Então, na visão de nós, jogadores, seria injusta uma troca de quem montou esse elenco, fez tudo acontecer. Como forma de mostrar que estamos todos juntos, de maneira unânime, pedimos para que ele voltasse ao cargo”, afirmou Acleison.

O goleiro Dheimison diz ter ficado surpreso com a decisão que havia sido tomada e comemora o retorno do técnico.

“Ele sabe mais que ninguém o que esse elenco pode render e na nossa opinião não seria o momento de fazer essa troca. Conversamos com o presidente e colocamos essa situação, pedindo o retorno do Adilson e deu certo, para o bem do clube”, afirmou o goleiro.