A Floresta Estadual ‘Edmundo Navarro de Andrade’, a Feena de Rio Claro – antigo Horto Florestal – celebra no próximo dia 20 de maio, quinta-feira, um ano da revitalização do Jardim da Baronesa, instalado dentro da unidade de conservação, que inclui um jardim funcional para as abelhas nativas. Para comemorar o também Dia Mundial das Abelhas, um evento será realizado a partir das 15h e contará com a participação de pesquisadores. A população também poderá participar através de inscrição prévia pelo link: forms.gle/8nVZ2NHsRxw9wYmb9.

A revitalização foi entregue no ano passado com o objetivo de oferecer um novo atrativo aos visitantes em geral, alunos, pesquisadores, criadores de abelhas e produtores e curiosos sobre as abelhas e sua importância na manutenção da biodiversidade. O então conhecido Jardim da Baronesa foi originalmente construído por Maria Joaquina de Melo e Oliveira, 2ª Baronesa de Piracicaba, em meados do século XIX.

O local encontrava-se em condições precárias, escondido em meio a espécies exóticas e invasoras, sendo impossível reconhecer o seu formato original, inspirado nos Jardins de Versailles, na França, seguindo um modelo com desenhos espelhados, o qual originalmente deveria conter flores de colorido e espécies diversas.

Entre os palestrantes do evento estão: Cláudia Inês da Silva (consultoria inteligente em serviços ecossistêmicos); Lucila Manzatti (Fundação Florestal); Rodrigo Campanha (gestor da Feena) que discorrerá sobre a importância da manutenção da biodiversidade); William Sabino (Instituto Tecnológico Vale – Belém/PA) que falará sobre abelhas e o clico da vida; Osmar Malaspina (Unesp Rio Claro) que fará lançamento do ebook “Jardim da Baronesa: um espaço para as abelhas nativas na Feena”.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Pílula lançada no Reino Unido promete evitar ressaca

Vila Nova recebe serviços de tapa-buracos

Prefeitura faz limpeza e corte de mato na Av. Ulysses