IML tem área definida e verba para o novo prédio

173

Da Redação

Área da antiga quadra da Escola Joaquim Ribeiro será utilizada para a construção do novo prédio do IML de Rio Claro
Área da antiga quadra da Escola Joaquim Ribeiro será utilizada para a construção do novo prédio do IML de Rio Claro

O governo estadual anunciou várias obras em Rio Claro que devem começar em 2015. Uma delas é a construção do novo prédio do IML (Instituto Médico-Legal) com destinação orçamentária de cerca de R$ 3 milhões. Em recente entrevista à Rádio Excelsior Jovem Pan, no dia 24 de dezembro, o deputado Aldo Demarchi criticou a lentidão da prefeitura no andamento de projetos que dependem de contrapartida municipal.

Em sua fala, o deputado cobrou a definição sobre a área onde será construído o prédio do IML. Segundo ele, as portas estão sendo abertas e os prefeitos mais ágeis e com mais vontade política serão atendidos mais rapidamente pelo governo estadual.

Demarchi lembrou que conseguiu verba para construir quatro creches na cidade tendo como única exigência a doação de terreno por parte do município. Ele criticou a demora na liberação da área da Fatec (Faculdade de Tecnologia), que terá investimento de R$ 28 milhões. O processo se arrasta há quatro anos. A obra já devia estar concluída, mas ainda não saiu do papel devido a entraves burocráticos.

O primeiro terreno destinado à construção era área de preservação ambiental, portanto foi descartado. O projeto de doação da segunda área foi aprovado com ônus para o Estado. Segundo Demarchi, para que o Centro Paula Souza aceite esse ônus precisa de aprovação da Assembleia Legislativa. Diante disso, o prefeito Du Altimari deve enviar novo projeto à Câmara retirando o ônus da doação. O deputado cobra agilidade para que não haja risco de perder a verba destinada.

Questionada sobre a situação da área do IML, a prefeitura informou que a manifestação do deputado demonstra que ele está mal informado sobre o assunto. A administração municipal informa que “no dia 1º de agosto deste ano, o governador Geraldo Alckmin assinou decreto destinando à Secretaria Estadual da Segurança Pública a administração do imóvel localizado nas ruas 5 e 6 entre as avenidas 23 e 25. Ou seja, a referida área já pertence ao Estado de São Paulo e, portanto, a atuação do município não representa nenhum entrave para a instalação do IML”.

De fato, a Secretaria de Segurança Pública confirmou no início de agosto a construção do novo prédio do IML. O decreto destinando o terreno à pasta foi assinado pelo governador Geraldo Alckmin e publicado no Diário Oficial na edição do dia 2 de agosto. O imóvel estava cedido à prefeitura, mas foi retomado pelo estado.

A prefeitura conclui dizendo que “continua à disposição do governo estadual neste e em todos assuntos que possam resultar em melhorias para a população”.

Em 2013, o IML local, que funciona em prédio cedido ao lado do Velório Municipal, foi alvo de críticas por causa das precárias condições da unidade. Fora a falta de estrutura, também havia déficit de pessoal. Em março do mesmo ano, a prefeitura entregou as novas instalações do setor do IML que realiza exames de corpo de delito na Rua Rua 6, número 557, Centro.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: