Garota ganha novo sorriso do Papai Noel

121

Ednéia Silva

Gabrielly escreveu cartinha ao Papai Noel pedindo tratamento dentário e foi atendida
Gabrielly escreveu cartinha ao Papai Noel pedindo tratamento dentário e foi atendida

Em uma sociedade cada vez mais consumista, o pedido de uma menina de nove anos ao Papai Noel comoveu funcionários dos Correios. Gabrielly Cristiny Farias pediu um tratamento dentário de presente, porque a família não tem condições de custear. Comovidos, três funcionários da agência central dos Correios conseguiram a ajuda de uma dentista e, juntos, atenderam à solicitação da garota.

“Papai Noel. Eu me chamo Gabrielly e tenho nove anos. Só queria pedir uma coisa: um dentista para cuidar dos meus dentes… Não quero presente, tipo boneca. Só quero um dentista para cuidar dos meus dentes”. Essas foram as palavras usadas pela menina, que frisou várias vezes na cartinha que não queria brinquedo de presente, mas sim o tratamento dentário.

A mãe, Adriana Farias, conta que a carta foi escrita espontaneamente pela menina na última segunda-feira (15). “Eu não estava em casa, minha mãe chegou e pediu pra ela escrever a carta que ela iria postar”, relata. Com a carta na mão, a avó procurou a agência. Lá chegando, o funcionário perguntou se tinha endereço e telefone na carta. Foi então que a avó foi ler a carta para verificar se havia a informação e começou a chorar, comovida com o pedido da neta.

Adriana também ficou sabendo sobre o conteúdo da carta depois que foi contatada pelos funcionários. Ela recebeu uma ligação na quarta-feira (17) informando que o pedido da filha tinha sido atendido. “Graças ao João, ao Wanderlei, à Janaina e à dentista Raquel o desejo de minha filha foi concedido”, comenta.

O pedido de Gabrielly comoveu os funcionários, que se uniram para realizar o desejo da menina. Saíram em busca de um profissional de odontologia e conseguiram o apoio de Raquel. A dentista avaliou a menina na quarta-feira (17) e iniciou o tratamento na quinta-feira (18).

Esse gesto de solidariedade deixou a mãe comovida. “Deus abençoe a todos. Não posso fazer mais nada, além de agradecer pela felicidade da minha filha”, declara Adriana. E a menina está realmente feliz. A pequena Gabrielly disse que, ao escrever a carta, não esperava ser atendida, mas não esconde a felicidade por ter, agora, ganhado um novo sorriso.

A assessoria de imprensa dos Correios informou, em nota, que “a ação realizada pelos empregados da agência foi uma ação isolada e não possui qualquer vínculo com os Correios, assim como com a Campanha Papai Noel dos Correios. Eles pegaram um pedido feito por uma criança que não estava dentro dos critérios da Campanha Papai Noel dos Correios e resolveram, particularmente, junto com um grupo de amigos, em uma ação de solidariedade, atender à solicitação especificada na carta. Portanto, a ação foi particular e não tem qualquer vínculo com os Correios ou com projetos desenvolvidos pela empresa”.

A assessoria explica ainda que a Campanha Papai Noel dos Correios é um projeto corporativo que existe desde 1997. O projeto é destinado a crianças de até dez anos de idade em situação de vulnerabilidade social. As cartas selecionadas são, preferencialmente, com pedidos de brinquedos, roupas e materiais escolares.

“Para as cartinhas serem disponibilizadas para adoção, elas precisam estar dentro dos critérios exigidos no projeto. No caso citado, a carta estava fora dos critérios e não foi disponibilizada para adoção, sendo descartada”, conclui a assessoria.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: