Flagrante de lesão corporal foi registrado às 22h15 desta segunda-feira (06), no Jardim Cidade Azul, ao lado da Vila Olinda, região oeste de Rio Claro. Acusado, um homem de 44 anos, agrediu o pai de 68 anos com uma faca de cozinha. A arma foi apreendida e estava em péssimo estado de conservação, o filho detido pela Polícia Militar. A vítima teve ferimentos leves e foi socorrida à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Cervezão, região norte de Rio Claro. A delegada de plantão arbitrou fiança de R$ 5 mil, valor não foi pago e o indiciado ficou à disposição da Justiça.

Furto de fios e cabos

Furto de 25 metros de fios e cabos aconteceu no último dia 27 de fevereiro na Avenida Navarro de Andrade, bairro Cidade Nova. A vítima dessa vez foi a Prefeitura de Rio Claro. A ocorrência foi registrada nesta segunda-feira (06), às 21h35, na delegacia da Avenida da Saudade, no plantão policial, por um engenheiro eletricista, funcionário público municipal.

E outra ação de furto de fios e cabos, cerca de 85 metros, aconteceu no último dia 15 de janeiro e novamente a Prefeitura de Rio Claro foi a vítima da ação criminosa. Dessa vez na Rua 3, bairro Saúde, próximo da região central da cidade. O mesmo engenheiro eletricista da primeira ocorrência esteve às 21h55 na delegacia, no plantão policial, para registro do BO.

No total, cerca de 110 metros de fios e cabos foram furtados do município.

Furto de medidor de energia

Furto de medidor de energia elétrica aconteceu no último dia 1º de março na Avenida 58, Vila Olinda, região oeste de Rio Claro. A vítima de 60 anos, o proprietário da residência, registrou a ocorrência às 14h15 desta segunda-feira (06) no plantão policial.

Homicídio

A Polícia Militar de Rio Claro atendeu ocorrência do 9º homicídio deste ano de 2023 na cidade de Rio Claro. A vítima foi Elessandro Muniz, 42 anos, executado com quase 30 disparos na manhã desta segunda-feira (06), no bairro Bonsucesso. Segundo informações no BO, o homem assassinado teria se envolvido em uma briga na noite anterior ao crime. Um Fiat Mobi Easy prata, placas de Itanhahém-SP foi utilizado no homicídio e estava com dois ocupantes. O veículo foi encontrado pelos policiais, já incendiado em uma estrada rural. A vítima foi alvejada com vários disparos no corpo, cerca de 30 tiros de calibre 12 e 9 mm. A autoria é desconhecida. A hora da ocorrência foi às 6h30 da manhã e a comunicação na Polícia Civil às 9h05. O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame do legista.

Elessandro Muniz, 42 anos, era natural de Itirapina.