O movimento de replantio foi motivado pelos incêndios que castigaram a floresta nos meses de setembro e outubro de 2014

Carine Corrêa

O movimento de replantio foi motivado pelos incêndios que castigaram a floresta nos meses de setembro e outubro de 2014 (Foto: Ivan Bonifácio)
O movimento de replantio foi motivado pelos incêndios que castigaram a floresta nos meses de setembro e outubro de 2014 (Foto: Ivan Bonifácio)

O replantio previsto na área devastada por incêndios na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade (FEENA) está marcado para ocorrer neste fim de semana. No entanto, organizadores da mobilização informaram que ainda estão dependendo dos maquinários que serão disponibilizados pela Prefeitura de Rio Claro. “Inicialmente, o replantio iria ocorrer nesse fim de semana em uma área e quinze dias depois em outra. Mas ainda estamos no aguardo dos equipamentos”, salientou o engenheiro agrônomo Gabriel Ribeiro Castellano.

O movimento de replantio teve início nas redes sociais e foi motivado pela série de incêndios que castigaram a floresta nos meses de setembro e outubro do ano passado. No final de dezembro, a Fundação Florestal (FF) anunciou que a iniciativa da comunidade em recuperar a área devastada através do replantio de mudas havia sido autorizada.

Na época, a informação foi repassada por Carol Mortari, que compõe o grupo de organizadores. “Nosso plantio está oficialmente autorizado. Na primeira semana de janeiro serão divulgadas todas as informações”, disse na ocasião a jovem que motivou o replantio na floresta desde o início. “A fundação e o conselho da FEENA abraçaram nossa causa e juntos estamos vendo qual a melhor maneira de realizarmos tudo que planejamos”, acrescentou.

Nas redes sociais, mais de mil pessoas confirmaram a participação voluntária no evento sustentável. Para isso, foi encaminhado à FF um projeto assinado pelo engenheiro Castellano. O projeto define que a área que será contemplada pelos novos exemplares fica situada no talhão 1-R.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Saiba como denunciar assédio sexual sofrido no trabalho

Rio Claro vacina contra a Covid a partir das 7h30