Lama toma conta da Estrada do Sobrado, prejudicando o trânsito, e quem utiliza a via pede intervenção do poder público

Ednéia Silva

As chuvas têm causado vários estragos na cidade, inclusive nas estradas rurais. Na Estrada do Sobrado, a situação está difícil. O tráfego é atrapalhado por buracos e lixo nas valetas. Os moradores solicitam reparos na via.

Uma munícipe enviou queixa e fotos por meio do WhatsApp da Redação (9.9942-4100). De acordo com ela, tem lugar na estrada que passa apenas um carro por causa dos buracos e do lixo. Quando chove a situação se agrava e a passagem fica obstruída.

O secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Silvicultura, Carlos Alberto Teixeira De Lucca, explica que com as chuvas intensas a secretaria tem priorizado o atendimento aos casos mais críticos.

Lama toma conta da Estrada do Sobrado, prejudicando o trânsito, e quem utiliza a via pede intervenção do poder público
Lama toma conta da Estrada do Sobrado, prejudicando o trânsito, e quem utiliza a via pede intervenção do poder público

Nessa quinta-feira (28) a equipe estava trabalhando na ponte do bairro Quilombo, na Estrada de Jacutinga perto do bairro Santana do Urucaia e também na Avenida 11 onde está sendo construído um desvio na região da cerâmica Delta. As estradas de Itapé e da Mata Negra também foram reparadas nesta semana.

Sobre a Estrada do Sobrado, De Lucca admite que a situação está ruim, mas a passagem ainda é possível. O problema é que a força da enxurrada abriu um grande buraco na via que ainda não foi consertado. Segundo ele, hoje não há trecho 100% interditado. Em alguns pontos a passagem está muito difícil, mas ainda é possível.

O secretário explica que as equipes de manutenção não têm utilizado a motoniveladora nas estradas porque a medida é ineficiente em período de chuva. Se a estrada ficar muito lisa, ficará muito escorregadia com a chuva. Por enquanto, a secretaria tapa os buracos e faz o nivelamento da via.

Mais em Notícias:

VÍDEO: Um dia dos pais diferente

Academias poderão ter apenas aulas individuais