Especialistas orientam sobre destinação correta do 13º

70

Vivian Guilherme

Primeira parcela do décimo terceiro aquece o comércio da região; realização da Black Friday nesta sexta-feira também deve movimentar as compras, mas economistas alertam para o endividamento
Primeira parcela do décimo terceiro aquece o comércio da região; realização da Black Friday nesta sexta-feira também deve movimentar as compras, mas economistas alertam para o endividamento

Os brasileiros recebem nesta semana a primeira parcela do décimo terceiro salário. A segunda parcela deve ser paga até o dia 20 de dezembro. O pagamento deste mês coincide com a destacada Black Friday, que acontece nesta sexta-feira (28), em diversas lojas do país, prometendo grandes descontos em produtos.

A dica dos economistas neste momento é cautela. Antes do trabalhador sair investindo o recurso extra em compras, é preciso ficar atento às sugestões de especialistas. A prioridade deve ser o pagamento das dívidas, principalmente as mais caras, como cartão de crédito e cheque especial.

Não se deixar levar pela empolgação e o espírito de confraternização que envolve a todos a partir de agora também deve ter um cuidado a mais. “Uma das dicas mais famosas e tradicionais é considerar o fluxo de caixa, por mais simples que seja. Não gastar mais do que recebe é fundamental”, considera João Mantoan, economista e sócio da Economies Consultoria Econômica, além de professor do FGV Management na IBE-FGV. As contas do início do próximo ano devem, desde já, ser levadas em consideração. Carnês de IPTU, IPVA, cartão de crédito, matrícula/rematrícula escolar, entre tantas outras, devem ser prioridade.

“Independentemente do momento delicado e preocupante em que se encontra nossa economia, o bom senso deve estar presente, ou ser um presente, para evitar surpresas desagradáveis ao final das festividades que podem causar ressaca e incomodar por alguns dias, ou até meses, durante o ano de 2015”, finaliza Mantoan.

PAGAMENTOS
Para os empregadores, o administrador de empresas e contabilista José Carlos Marchioni, orienta o pagamento correto do décimo terceiro. Segundo ele, se o empregador não efetuar corretamente este pagamento, diversos problemas podem ser gerados, como greves, denúncias no Ministério do Trabalho ou Sindicato. Ele lembra que décimo terceiro deve ser pago sempre em duas parcelas, a primeira até 30 de novembro e a segunda até 20 dezembro, ou em caso especial, quando o empregado solicitar, nas férias.

Ele explica que o cálculo do décimo terceiro é feito da seguinte forma: “Mensalista 1/12 avos por mês de trabalho, observando 15 dias ou mais no mês”. E lembra que rendimentos como hora extra e comissões adicionais são também somados ao valor. “Será feita uma media dos últimos 12 meses, com relação às horas extras, como também sobre as comissões pagas”, observa, ressaltando que sobre o 13º também acontecem descontos, normais ao salário, como INSS e o IRFONTE, quando for o caso.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: