Escolas de samba acertam detalhes para os desfiles durante ensaio técnico

125

Adriel Arvolea

As escolas de samba de Rio Claro – A Casamba, Grasifs – Voz do Morro, Samuca e Unidos da Vila Alemã (UVA) – participaram no sábado (7) do ensaio técnico para os desfiles de Carnaval. O evento aconteceu na Passarela do Samba, na Rua 3-A.

Grasifs
Grasifs

Abrindo os trabalhos, a Grasifs – Voz do Morro reuniu Comissão de Frente, casais de mestre-sala e porta-bandeira, bateria, componentes da Velha Guarda e de alas. Para o diretor de Carnaval da agremiação, Vitor Luz, esse contato antes do desfile é uma experiência importante. “É uma ocasião sempre válida, principalmente àqueles que desfilam pela primeira vez e podem ter esse contato com a Passarela do Samba”, avalia Luz.

Unidos da Vila Alemã - UVA
Unidos da Vila Alemã – UVA

Para o presidente da UVA, Jeferson Zanotti, os integrantes puderam ajustar detalhes para o desfile e, principalmente, o tempo da apresentação. “É um momento de reconhecer o local, o espaço. Onde ensaiamos é uma coisa, na Passarela do Samba é outra. É uma preparação para o grande dia”, reforça Zanotti.

Samuca
Samuca

Já a Samuca teve a adesão de, aproximadamente, 700 componentes no ensaio. “A escola compareceu nesse ensaio, que é importante para conhecer o espaço e dá uma noção de tempo do desfile, que transcorreu conforme o esperado e pudemos avaliar o som, a bateria, harmonia e outros detalhes”, comenta o presidente da escola Welson Camargo.

A Casamba
A Casamba

Última a cruzar a Passarela do Samba, a A Casamba pôde confirmar a força da sua comunidade. “A diretoria da escola ficou contente com o resultado, ainda mais com os integrantes cantando e vibrando com o samba-enredo”, finaliza o diretor de Carnaval Eric Mota.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: