Em Araras, vereador quer destinar quase R$ 300 mil para reforçar defesa da mulher

219
Ramon Rossi

Em Araras o vereador Felipe Beloto (PR) quer destinar R$ 292.056,00 para reforçar políticas públicas de defesa da mulher no município por meio da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2020, documento que orienta a elaboração do Orçamento de Araras para o próximo ano. Beloto propôs duas emendas tratando especificamente de duas dessas políticas voltadas à mulher.

Uma delas, no valor de R$ 162.056,00 em recursos da Secretaria Municipal de Ação e Inclusão Social, visa assegurar que a pasta invista esse montante na implantação de uma Delegacia Humanizada de Defesa da Mulher Vítima de Violência.

Atualmente, o município conta com uma Delegacia de Defesa Da Mulher, mas de acordo com o parlamentar, o equipamento público carece de mais investimentos e melhorias, para ampliar e aprimorar o atendimento.

A outra emenda, no valor de R$ 100.000,00, também em recursos da mesma Secretaria, toca num ponto bastante crítico, segundo o vereador: a falta de estrutura pública adequada em Araras para acolher mulheres agredidas, especialmente quando denunciam seus agressores. Por isso, a proposta de emenda visa destinar esse montante para a implantação de um abrigo para apoio e acolhimento humanizado da mulher vítima ou em situação de violência.

“São propostas que fizemos verificando o quanto é dramática a situação de tantas mulheres, que sofrem violência especialmente dentro de casa e, muitas vezes, nem sequer têm forças e coragem para denunciar seus algozes. Muitas sentem-se impotentes e com medo de denunciá-los, por temerem não encontrar atendimento adequado e principalmente, por não terem para onde ir após a denúncia que, em geral, torna os agressores ainda mais perigosos”, comentou ele ao JC.

Conselho de Defesa da Mulher

Além dessas duas propostas de emenda, outras duas no valor de R$ 30.000,00, em recursos da Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais, também visam beneficiar a mulher ararense.

Para o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Mulheres, a proposta de Beloto visa destinar R$ 10.000,00 em 2020. E para a manutenção da Casa dos Conselhos, outros R$ 20.000,00.

“Esse dinheiro sendo destinado para o Conselho da Mulher e para a casa onde todos os conselhos centralizam seus trabalhos, certamente as políticas públicas e ações voltadas às mulheres vão ganhar um reforço importante, e os conselheiros terão melhores condições de fazerem seu trabalho, beneficiando também a participação popular na solução dos problemas sociais”, argumenta o vereador. “Vamos agora defender essas propostas de emenda junto aos demais vereadores”, conclui.

No total, Beloto apresentou este ano quase R$ 1,4 milhão em emendas à  LDO 2020, que foram todas aprovadas por unanimidade no primeiro turno na última sessão camarária. O segundo acontecerá nas próximas semanas.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: