Eduardo Bolsonaro fala em ‘semente’ conservadora

517

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) esteve na noite dessa quinta-feira (12) em Rio Claro para lançar o novo núcleo do Movimento Conservador. O político esteve junto aos organizadores do evento na cidade, como o analista político Ítalo Lorenzon e os vereadores Thiago Yamamoto (PSB) e Anderson Christofoletti (MDB). Esteve presente também o fundador do Movimento, Edson Salomão, e o deputado estadual Douglas Garcia (PSL).

Movimento

Apesar de ser indicado como um movimento apartidário, a chance de o evento refletir em articulações para as eleições municipais de 2020 não foi descartada pelos convidados que falaram ao público.

Eduardo destacou ao JC querer fazer que esse “seja um movimento permanente. É esclarecer para a sociedade, onde quer que possamos chegar, sobre as pautas conservadoras, em defesa da família, contra o aborto, pelo direito à legitima defesa e diversas outras pautas a que normalmente grupos de esquerda se opõem”, afirmou.

Segundo ele, “a direita é muito criticada, os conservadores também, por não serem tão organizados quanto a esquerda. Então isso aqui é um pouco da nossa identidade, para mostrar quem somos e por que estamos aqui, qual nosso trabalho a ser desenvolvido. Tenho a certeza de que isso é a plantação de uma semente que amanhã dará frutos”, declarou.

Governo

Sobre o primeiro ano do Governo Bolsonaro, referente ao presidente Jair Bolsonaro, o deputado considera sua pauta positiva. “O que dominou é a pauta da reforma da Previdência, que é necessária. O rumo que o Brasil estava tomando era o da recessão. O Brasil estava chegando num momento de quase solvência onde o Governo não teria mais dinheiro para pagar suas dívidas e talvez para começar a honrar a folha de pagamento do funcionalismo público. Para evitar isso, essas medidas são amargas, mas o Jair Bolsonaro herdou um governo que veio de muita corrupção”, disse, acrescentando que “o investidor tem desconfiança em colocar o dinheiro dele aqui, isso se reverte em desemprego. Estamos tentando retomar a confiança do investidor para gerar empregos, segurar a inflação e colocar o país novamente no trilho da prosperidade”, afirmou Eduardo Bolsonaro.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: