Documentário fala sobre o rock em Santa Gertrudes

291

Quem já passou por Santa Gertrudes há alguns anos e curtiu pelo menos uma festa de aniversário do município já ouviu falar com certeza da tradicional “Tarde de Rock”, que acontecia aos domingos, sempre nas festividades em comemoração à emancipação político-administrativa do município. E para contar um pouco sobre a história das bandas precursoras dessa tradição e como tudo surgiu, a artista plástica Letícia Tonon, juntamente com Wagner Tonin, estão preparando o documentário “Rock Pé Vermelho”, que será lançado no mês de novembro, na 8ª edição do evento Fest Clip, nos dias 10 e 11, no Auditório Municipal localizado na Rua 1, no Centro de Santa Gertrudes.

“Em 2013, quando elaborávamos o pré-roteiro do filme “VOZ”, chegamos a discutir sobre a importância de haver um capítulo no filme sobre a tradicional “Tarde do Rock”. Mas devido ao período histórico, o roteiro tomou outro rumo e então decidimos deixar para mais adiante”, conta a artista, que segue. “O filme aborda as primeiras bandas de rock que surgiram no início da década de 1980 em Santa Gertrudes. O documentário foca nos tempos que antecederam a “Tarde do Rock”, quando os músicos movimentavam-se para criar espaços e ocupar a estrutura da ‘Festa da Cidade’. O filme também fala do movimento punk na cidade e entrevista algumas pessoas importantes para o movimento, não só em Santa Gertrudes, como também na região, além de divulgar bandas autorais do município”, finaliza Tonon.

60 horas

De acordo com Letícia Tonon, ao longo de todo mês de agosto, 60 horas de gravações foram realizadas pela equipe e agora trabalham na edição de todo material.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: