Diretoria de Ensino continua em Limeira

310

Lucas Calore

A Diretoria Regional de Ensino permanecerá em Limeira em 2017. É o que afirma a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. O órgão atende as unidades escolares do município de Rio Claro e, “apesar dos boatos” da mudança, tudo continuará sendo feito na cidade vizinha.

Esforços

Há algumas semanas, em entrevista à Rádio Excelsior Jovem Pan News, o deputado estadual Aldo Demarchi (DEM) falou sobre os esforços que serão realizados para trazer a diretoria para Rio Claro.

“Com a nova administração municipal, nós vamos trabalhando neste sentido. Não tem cabimento os coordenadores e professores saírem daqui para irem a Limeira até a Diretoria, que é uma das maiores do Estado de São Paulo”, desabafou.

Mudanças

O trabalho para viabilizar essa nova diretoria engloba também as unidades escolares da microrregião de Rio Claro. “Poderia, perfeitamente, fazer uma separação e colocar, por exemplo, as escolas de Corumbataí e Itirapina numa nova diretoria. Já está encaminhado esse assunto e vamos trabalhar juntamente com o novo prefeito, Juninho da Padaria”, revela.

A ideia é utilizar o mesmo prédio que hoje em dia é ocupado também pela Diretoria Regional, onde antigamente funcionava a escola Irineu Penteado, na Rua 1 com a Avenida 18, na região central da cidade.

Comando

À frente do comando da Diretoria Regional de Ensino está o professor José Roberto Varussa, de Rio Claro. Segundo informações da Secretaria da Educação do Governo Estadual, o profissional está em férias, sendo substituído pela supervisora Isabel Fodra.

Em breve, Varussa irá se aposentar e um novo dirigente deve assumir o cargo. O nome de um futuro novo diretor não foi comunicado. Beto Varussa está no comando da Diretoria desde o mês de agosto do ano de 2011.

1 COMENTÁRIO

  1. Quem sabe o nobre deputado consiga reverter um erro do passado quando ele próprio fez vistas grossas deixando o fato se consumar sem justificativa nenhuma, pois em Limeira nem prédio próprio tinha, apenas se aproveitando da fragilidade política do prefeito da época. Torço para que isso aconteça afinal se podemos ter a sede porque se conformar como premio de consolo um rioclarense no comando. Tomara que daqui pra frente tudo seja diferente e tenhamos forças do lado que interessa à nossa cidade.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: