Depois de um ano, Rio Claro registra novo latrocínio

110

Carine Corrêa

Idoso foi baleado depois de reagir a assalto em sua casa, situada na Av. 66-A, no São Miguel
Idoso foi baleado depois de reagir a assalto em sua casa, situada na Av. 66-A, no São Miguel

Morreu na madrugada dessa segunda-feira (22) o aposentado Joventino Ferreira Pessoa, de 75 anos. Joventino foi baleado durante uma tentativa de assalto no bairro São Miguel, no final do mês de maio.

Com a morte do idoso, Rio Claro tem novo caso de latrocínio – roubo seguido de morte – depois de permanecer pouco mais de um ano sem contabilizar nenhum crime do gênero.

Como aconteceu

Dois jovens são os principais suspeitos do crime. Eles foram reconhecidos por duas vizinhas do aposentado, que testemunharam parte do episódio. O assalto foi articulado em um baile funk.

Depois do “combinada”, a estratégia da dupla seria praticar o delito em uma casa vulnerável. Eles escolheram uma residência na Avenida 66-A, no bairro São Miguel, onde residia Joventino junto com a esposa.

Na mesma data, os investigadores conseguiram prender um dos rapazes, acusado de atirar no aposentado. A última informação repassada pelas autoridades indicava que o comparsa foi identificado, mas ainda estaria foragido. A dupla já praticou outros delitos em conjunto.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: