Cuidados com a barba são essenciais para os homens

364

Você sabia que a barba pode ser tão suja quanto um vaso sanitário? Pesquisa da empresa norte-americana Quest Diagnostics concluiu que ela abriga inúmeras bactérias, inclusive algumas existentes nas fezes. A informação assusta, né? Mas, pode ficar tranquilo, porque nada que uma boa higienização não resolva o problema.

Com uma barba rústica, estilo lenhador, porém um pouco mais despojada, o professor de Inglês Elizeu Calebi Reis, 27 anos, sabe dos riscos que a falta de cuidados pode oferecer à saúde e, por isso, tem cuidados especiais para evitar problemas e até doenças.

“Lavo a barba todos os dias com um shampoo específico e, depois que eu a seco bem, uso óleo para barba, para que ela não resseque ou fique desgrenhada”, comenta Reis.

Além disso, conta com o auxílio de um profissional para manter o aspecto saudável da barba. “Vou ao barbeiro, o Charlles, de três em três semanas, para que ela tenha mais tempo de crescer e, então, eu só aparo as pontas”, completa.

E você, quer manter as bactérias longe da sua barba? Além de ter cuidados básicos de higiene no dia a dia, barbeiros, também, podem orientar sobre produtos direcionados e, ainda, dar aquele ‘trato’ no visual. De acordo com o barbeiro Felipe Leonardo Franco de Oliveira, há todo um processo especial que faz a diferença na estética e na pele.

“Utilizo, geralmente, uma loção pré-barbear antes de iniciar o processo de fazer a barba do cliente e, então, massageio o rosto para facilitar ainda mais o barbear. Essa loção serve mais como uma proteção para a pele.
Após o barbear, passo uma loção pós-barba, que serve para evitar que a pele fique irritada, servindo, também, para hidratá-la”, explica.

Outro benefício de ter a barba feita por um barbeiro é que, geralmente, eles usam a navalha para realizar o processo, desenhando-a conforme cada perfil. “A navalha dá grandes possibilidades de fazer a barba e tirar os pelos desde a sua raiz, respeitando as curvas e o formato do rosto, evitando, assim, que o rosto fique com pequenos pelos, o que é comum quando fazemos a barba com uma lâmina de barbear comum, por exemplo”, destaca Oliveira.

O processo com a navalha permite que o barbeiro possa passá-la em locais de mais difícil acesso, podendo repetir o processo o quanto for necessário para que os pelos sejam cortados por completo. A navalha juntamente com o processo de cuidados por parte do barbeiro (como a toalha e as loções) são os segredos de uma barba realmente bem feita.

“O resultado dessa sequência de cuidados é uma barba bem feita, deixando a pele com uma sensação refrescante, fazendo até mesmo com que você sinta-se bem ao sair da barbearia”, conclui o profissional.

Depois dessas informações e dicas, é bom repensar os cuidados com a barba e a necessidade de mantê-la sempre limpa e bem feita.

Dermatologista orienta para uma barba saudável

Em entrevista ao Jornal Cidade, a dermatologista Drª Simone Corat orienta sobre os cuidados e higienização da barba, bem como as doenças que podem ser desenvolvidas com a falta de cuidados.

Jornal Cidade – De fato, os pelos da barba podem abrigar bactérias prejudiciais à saúde?

Drª Simone Corat – A barba bonita, assim como os cabelos, tornou-se objeto de desejo. Ela abriga os mesmos microrganismos presentes no couro cabeludo e está, portanto, sujeita a infecções bacterianas (foliculite = inflamação do folículo piloso semelhante às espinhas) e fúngica (dermatite seborreica = caspa do couro cabeludo).

JC – Passar a mão na barba favorece essa situação?

Drª Simone Corat – Além da mão, que pode levar contaminação para o local, restos de alimentos podem ficar retidos e favorecer a contaminação. Após escovação, seria interessante uma limpeza com uma loção ou sabonetes líquidos suaves.

JC – De que forma a sua higienização deve ser feita?

Drª Simone Corat – Deve ser lavada diariamente com shampoos ou sabonetes. Se a pessoa possui pele e couro cabeludo oleoso, o ideal seria lavá-la com shampoo anticaspa ou sabonetes à base de enxofre. No verão, o cuidado deve ser redobrado, pois a secreção sebácea (gordurosa) aumenta.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: