Conferência Municipal indica sete representantes para etapa regional

192

Divulgação

O Conselho e a Fundação de Saúde de Rio Claro realizaram na manhã de sábado (03) a 1ª Conferência Municipal de Vigilâncias em Saúde. O evento contou com a participação de 90 pessoas, das quais sete foram indicadas a participar da etapa regional, no dia 22 de junho em Piracicaba. Os indicados foram: Alessandro Cristiano Ribeiro, Daniele Daian Zanfelice, Jeferson Renan da Silva, José Eliezer Andrade, Maria Lourdes da Silva, Marta Teresa Linardi Bianchi e Paula de Abreu Kannebley.

“O fortalecimento das Vigilâncias em Saúde sob a administração da Fundação Municipal de Saúde, por mim presidida, está entre as prioridades do nosso programa de gestão. Por isso, estão asseguradas nesta gestão a independência e estruturação das Vigilâncias Epidemiológica, Ambiental, Sanitária e também o Centro de Referência de Saúde do Trabalhador”, afirmou o secretário municipal de Saúde de Rio Claro, Djair Claudio Francisco.

Das cerca de 30 propostas debatidas no sábado, cinco delas foram escolhidas para serem levadas à etapa regional. São elas: “viabilizar a integração dos sistemas informatizados das vigilâncias em saúde facilitando o lançamento de informações relativas ao trabalho específico; garantir o dimensionamento e reposição das equipes de profissionais; reestruturar a alocação de verba no âmbito da vigilância em saúde, prevendo o atendimento das necessidades de cada setor nas três esferas de governo; inserir a capacitação em saúde do trabalhador como item obrigatório para renovação de licença de funcionamento em setores específicos; e capacitar as equipes da rede municipal de saúde com relação ao transtorno mental relacionado ao trabalho.

Propostas de conferências realizadas no âmbito municipal, que passem também nas etapas regional e estadual, podem ser selecionadas para as conferências nacionais com potencial de se tornarem políticas públicas adotadas pelo SUS – Sistema Único de Saúde – em todo o País.
A Conferência Municipal de Vigilâncias em Saúde contou ainda com palestra da infectologista da Fundação de Saúde de Rio Claro, Doutora Suzi Berbert, que falou sobre o papel das Vigilâncias em Saúde ao longo da História.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: