Vista do novo prédio do Fórum, que está sendo construído na Cidade Judiciária, nas imediações do campus da Unesp

Ednéia Silva

Não será neste ano que as obras para a conclusão da construção do novo prédio do Fórum de Rio Claro serão retomadas. A Secretaria Estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania informou nessa quinta-feira (15) que, devido a problemas de conjuntura econômica, a licitação para reinício da obra não será realizada neste ano.

A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa da pasta. Havia a expectativa de que as obras, interrompidas no ano passado, fossem retomadas ainda em 2015. Em janeiro deste ano, a secretaria informou que havia contratado a Companhia Paulista de Obras e Serviços (CPOS) para elaborar o material técnico e os projetos complementares da obra. Essas etapas precediam a abertura de licitação.

Vista do novo prédio do Fórum, que está sendo construído na Cidade Judiciária, nas imediações do campus da Unesp
Vista do novo prédio do Fórum, que está sendo construído na Cidade Judiciária, nas imediações do campus da Unesp

Nessa quinta-feira (15), a secretaria confirmou que os estudos foram realizados e que o Governo do Estado está empenhado na construção do edifício, mas isso não será possível nesse momento. Em janeiro, quando questionada sobre o prédio, a secretaria informou que “na retomada, serão incluídos a execução da área externa do Fórum (estacionamentos, acessos, fechamentos, passeio, etc) e o Salão do Júri, não previstos na contratação da prefeitura”. Não foi divulgada data para a publicação do edital.

A construção do novo prédio do Fórum foi iniciada em 2010 com prazo de término de 12 meses. Depois disso, o contrato com a empresa responsável pela obra foi prorrogado várias vezes pela prefeitura até ser rescindido pela Secretaria Estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania por causa da demora na conclusão dos trabalhos. O investimento inicial previsto era de R$ 9.595.460,63, mas a empreiteira venceu a concorrência apresentando proposta de R$ 7.964.232,25, bem abaixo do valor orçado no edital.

Enquanto o novo prédio não fica pronto, o Judiciário sofre com a falta de espaço no prédio que abriga o Fórum, que tem mais de 40 mil processos em tramitação.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Prefeitura recapeou trechos no São Miguel

Rio Claro vacina contra a Covid a partir das 7h30