Giovanni deixa a esposa Lucimara e o filho Felipe (foto arquivo)

Como já disse o filósofo Sêneca, ‘a educação exige os maiores cuidados, porque influi sobre toda a vida’. Instintivamente, o professor Rogério Fernando Giovanni seguiu essas palavras.

Formado em Educação Física e Pedagogia, trabalhou em várias escolas de Rio Claro, nas redes particular, municipal e estadual de ensino. Também, ocupou cargos de professor, diretor e supervisor de Ensino – este nos últimos 17 anos.

No entanto, essa trajetória foi interrompida no último dia 14, aos 50 anos, sendo mais uma vítima fatal da Covid-19 no município. Apesar da fatalidade, deixa um legado da excelência na prestação dos serviços públicos que permanecerá vivo.

Publicidade

“Ele foi um profissional que prezava pela cordialidade nas relações interpessoais e defensor dos princípios de uma educação de excelência. Sem contar que, como pai e marido, foi zeloso, parceiro e amoroso. Um irmão amigo e conselheiro”, destaca a esposa Lucimara Fassis Giovanni.

Inúmeras foram as manifestação de carinho nas redes sociais para Giovanni. “Foi meu professor na Escola Marciano, uma pessoa maravilhosa, alegre e prestativa”, disse uma ex-aluna. “O vazio deixado pela ausência será eterna e a presença não poderá mais ser sentida, mas as lembranças dos bons momentos vividos são um ótimo conforto, que permanecerão para sempre”, disse a comunidade da Escola Estadual ‘Cesarino Borba’.

Puríssimo

“(…) se solidariza com familiares e amigos pelo falecimento do supervisor de ensino Rogério F. Giovanni, responsável pela nossa unidade escolar e pai do nosso aluno Felipe”.

Mais em Dia a Dia: