Chuvas elevam nível do Córrego Santa Gertrudes

77

Divulgação

Santa pode enfrentar racionamento caso não chova nas próximas semanas
Precipitações que vem ocorrendo desde janeiro já acumularam 405,4 mm (foto arquivo)

Depois de um 2014 seco e com mananciais e reservatórios de níveis baixos, os primeiros meses de 2015 trouxeram boa expectativa para o restante do verão; pelo menos no município de Santa Gertrudes. Até essa quinta-feira (19), foram registrados 405,4 milímetros de chuva na cidade; 261 mm somente em fevereiro, o que representa mais que o triplo da chuva registrada nesse mesmo mês, no ano passado.

“As chuvas que caíram de forma contínua nas últimas semanas foram fundamentais para o abastecimento de Santa Gertrudes”, comenta o gerente de operações da Odebrecht Ambiental, Alexandre Leite. Ele explica que, diferente das capitais que tem o abastecimento em grandes reservatórios, Santa Gertrudes garante sua captação num manancial pequeno. “Ao mesmo tempo em que a redução do nível de água nessas condições ocorre de forma mais rápida, a recuperação desse manancial também tem maior brevidade”, esclarece.

Responsável pelos serviços de água e esgoto do município, a concessionária Odebrecht Ambiental monitora diariamente os volumes de chuva na captação junto a ETA (Estação de Tratamento de Água) e disponibiliza informações diárias sobre o nível do manancial de abastecimento no portal da campanha “Juntos pela Água”. Com esse acompanhamento rotineiro é possível afirmar que os volumes de chuva de 2015 já melhoraram a oferta hídrica na comparação com esse mesmo período do ano passado, mas a concessionária ressalta que, além das chuvas, o que também garantiu a alta no nível do manancial foi a redução da quantidade de água retirada do Córrego Santa Gertrudes; resultado de uma gestão focada em redução de perdas e na conscientização da população para um uso mais consciente e inteligente da água.

Com o alívio trazido para o abastecimento do município, a Odebrecht Ambiental segue atuando em melhorias para o sistema de água de Santa Gertrudes. Ainda esse mês será inaugurado um novo reservatório com capacidade para armazenar 320 mil litros de água tradada. “Os investimentos na ampliação de reserva de água fazem parte do principal compromisso da empresa com o município: oferecer água tratada e com qualidade aos gertrudenses”, afirma a diretora da Odebrecht Ambiental, Paula Violante.

Mesmo com a alta no nível do Córrego Santa Gertrudes, a concessionária reforça que o consumo consciente de água deve ser mantido. “Apesar de superarmos o estado de alerta, as previsões para esse ano indicam novos períodos de estiagem, por isso, é preciso evitar desperdícios”, reforça.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: