Carnaval impulsiona as vendas de adereços e movimento cresce 20%

146

Sidney Navas

CARNAVAL: vendas de adereços aumentam cerca de 20% nas lojas do município. Aí é só se divertir com responsabilidade
CARNAVAL: vendas de adereços aumentam cerca de 20% nas lojas do município. Aí é só se divertir com responsabilidade

As lojas populares e de utilidades domésticos que comercializam os adereços do Carnaval, como fantasias e máscaras, serpentinas, entre outros itens, comemoram o crescimento nas vendas com a chegada da Festa do Rei Momo. Os lojistas consultados pela reportagem do JC afirmam que as vendas cresceram em média 20% nos últimos dias. Segundo as mesmas informações, produtos do gênero como máscaras de personagens públicos e de alguns heróis dos desenhos animados, além das fantasias para as crianças, continuam liderando a preferência dos consumidores.

Manoel Galdino, gerente de um desses estabelecimentos comerciais no Centro da cidade, explica que o público aproveita os preços baixos e compra adereços para toda a família. “É sempre assim neste período do ano. Todos querem entrar no clima da festa e, com isso, as vendas aumentam consideravelmente”, observa Galdino. A vendedora de outra loja, Adriele Brito Santana, também confirma essa tendência natural. “As vendas continuam num ritmo acelerado e devem aumentar ainda mais nos próximos dias. Muitas agremiações também nos procuram e compram os nossos produtos”, frisa Adriele.

Os preços não sofrem grandes oscilações e as máscaras podem ser encontradas a partir de R$ 1,99. Já as fantasias para a garotada apresentam valores diferenciados, de acordo com o modelo e tamanho, e são encontradas a partir de R$ 18,00. O técnico Fábio Fernandes, ao lado da esposa, não deixou para depois e já garantiu a fantasia da filha de cinco anos. “Ela gosta de assistir aos desfiles de rua fantasiada e fazemos questão de satisfazer seus caprichos”, conta o pai.

SEJA PRUDENTE

Carnaval é época de festa. Mas é preciso atenção e prudência por parte de todos, para que as comemorações aconteçam dentro da normalidade e sem preocupações, tanto dentro dos clubes, quanto em vias públicas. Não se envolva em confusões ou discussões banais. O comandante da Guarda Civil Municipal, Wlademir Walter, lembra mais uma vez que os foliões não devem ingerir bebida alcoólica em excesso. “Quem for dirigir não pode esquecer que a legislação atual pune os motoristas que dirigem seus carros depois de consumir bebidas alcoólicas”, afirma.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: