Carmen Pigozzi vai às Olimpíadas 2016

174

Favari Filho

A esportista também está escalada para carregar a Tocha Olímpica no próximo dia 20 durante a passagem da pira por Rio Claro
A esportista também está escalada para carregar a Tocha Olímpica no próximo dia 20 durante a passagem da pira por Rio Claro

Foco, força e fé! Depois de passar por criteriosas avaliações realizadas pelo Comitê Olímpico, a atleta Carmen Pigozzi está confirmada para participar dos Jogos Olímpicos 2016 como técnica da Seleção Feminina de Taekwondo. À frente da Academia Pro Team desde 2008, a lutadora despontou no cenário nacional em 2010 como a única treinadora do sexo feminino da modalidade esportiva coreana.

As vitórias foram sendo acumuladas e, depois de ganhar os prêmios de melhor técnica do Estado de São Paulo e de melhor técnica feminina do Brasil, foi chefe de equipe nos Jogos Pan-americanos de 2011 [no México] e de 2015 [no Canadá]. À reportagem, Carmen expôs que está preparada para a função e orgulhosa por fazer parte deste momento esportivo importante para o País. “Espero que as atletas sirvam de exemplo às crianças para que saibam que, com dedicação, é possível transformar grandes sonhos em realidade.”

CARREIRA

Enquanto aguardava o irmão mais novo, Rafael Leocadio, que treinava na Academia Pequeno Tigre, em um bairro da periferia de Londrina, Carmen sentiu vontade de também praticar o Taekwondo. Instintivamente, a paranaense que há anos reside na Cidade Azul iniciou ali uma carreira de sucesso; competiu pela primeira vez aos doze anos e, segundo a lutadora, perder foi muito importante naquele momento, pois percebeu que poderia superar as adversidades.

Ao todo, Carmem acumula vinte quatro anos dedicados ao esporte e uma infinidade de títulos conquistados: aos quinze anos entrou para a Seleção Brasileira Júnior; aos dezessete, passou a integrar a Seleção Brasileira Adulta como titular; entretanto, considera que a maior de todas as conquistas foi ter sido a primeira atleta brasileira a participar dos Jogos Olímpicos em 2010, ano em que a modalidade estreou como Esporte Olímpico.

Superação

Aos vinte e quatro anos a atleta parou de competir e foi viver em Londres, onde por quatro meses trabalhou como diarista até que o amigo [Edmilson Filho, famoso ator brasileiro] a incentivou a voltar a ensinar Taekwondo. Em Rio Claro, Carmen chegou para defender o município nos Jogos Regionais de 2008.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: