O Rolls Royce que levará Dilma no domingo em trajeto que percorrerá no dia 1º de janeiro (foto Elza Fiúza/Agência Brasil)

Da Redação

O Rolls Royce que levará Dilma no domingo em trajeto que percorrerá no dia 1º de janeiro (foto Elza Fiúza/Agência Brasil)
O Rolls Royce que levará Dilma no domingo em trajeto que percorrerá no dia 1º de janeiro (foto Elza Fiúza/Agência Brasil)

A cerimônia de posse da presidente da República vem sendo tratada como uma grande festa popular. O cerimonial da Presidência da República está esperando caravanas do país inteiro para participar da solenidade marcada para quinta-feira (1º), em Brasília. Rio Claro marcará presença no evento com uma caravana de 40 pessoas.

A viagem está sendo organizada pelo Diretório Municipal do PT (Partido dos Trabalhadores). A vice-prefeita Olga Salomão é uma das integrantes da caravana, que sairá de Rio Claro rumo a Brasília na madrugada desta quarta-feira, dia 31 de dezembro. O réveillon será passado na capital brasileira.

Olga conta que essa será a primeira vez que irá participar da cerimônia de posse. Segundo ela, a expectativa é de que seja realmente uma grande festa popular, porque a campanha eleitoral que reelegeu a presidente Dilma Rousseff foi muito difícil. Para Olga, o povo merece fazer parte dessa festa.

E a festa será realmente grande. De acordo com o cerimonial, são esperadas para a cerimônia de posse delegações de 60 países e 27 chefes de Estado de Governo, entre eles o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, os presidentes do Uruguai, José Mujica, da Venezuela, Nicolás Maduro, e do Chile, Michelle Bachelet.

Fora as autoridades, estão sendo esperadas cerca de 10 mil pessoas para a cerimônia, segundo estimativa feita pelo Exército. No entanto, o PT acredita que o público seja ainda maior, de 30 mil a 40 mil pessoas. A expectativa é de receber mais de 500 ônibus com caravanas de militantes de vários estados.

Os militantes ficarão alojados no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade e no Ginásio Nilson Nelson, a menos de 5 km do Palácio do Planalto. Esse grande contingente irá acompanhar a passagem de Dilma pela Esplanada dos Ministérios até o local da posse.

No domingo (28) foi realizado um ensaio da cerimônia de posse da presidente na Esplanada dos Ministérios. O teste contou com a participação do carro oficial (Rolls Royce), da cavalaria da Guarda Presidencial, homens das Forças Armadas, das polícias Federal, Civil e Militar e agentes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal. O esquema de segurança da cerimônia de posse terá a participação de mais de quatro mil homens.

A presidente seguirá em carro aberto da catedral até o Congresso Nacional, onde deve chegar às 15 horas. Nesse trajeto, ela será escoltada por motociclistas e agentes de segurança a cavalo. A cerimônia começa com o percurso no Rolls Royce da Catedral Metropolitana de Brasília até a entrada do Congresso Nacional.

No plenário da Câmara, ela faz o juramento, assina o termo de posse e discursa. Na saída, recebe honras militares com uma salva de 21 tiros de canhão e segue para o Palácio do Planalto. Após subir a rampa, Dilma falará à nação. Em seguida, recebe cumprimentos de autoridades e convidados, dá posse aos ministros e faz fotos oficiais. A última etapa da cerimônia será uma recepção no Palácio do Itamaraty.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias: