Capital Inicial se apresenta no Grêmio

157

Lourenço Favari

A banda de rock Capital Inicial está na estrada há 30 anos e a cada novo disco se renova no cenário musical (Foto: divulgação)
A banda de rock Capital Inicial está na estrada há 30 anos e a cada novo disco se renova no cenário musical (Foto: divulgação)

A banda de rock Capital Inicial se apresenta neste sábado (23), no Grêmio Recreativo dos Empregados da Cia Paulista, em Rio Claro. A banda realiza a turnê de divulgação do novo disco “Viva a Revolução”, que retrata com a visão artística dos músicos o momento político vivido em função das diversas manifestações populares.

A abertura dos portões do clube está prevista para as 22h30 e o início do show está marcado para a meia-noite e meia.

INGRESSOS

Os ingressos, referentes ao primeiro lote, estão sendo vendidos por R$ 40 (pista), R$ 80 (camarote open bar) e R$ 400 (mesas no mezanino para quatro pessoas). Para mais informações ligue para 3522-9100.

Em Rio Claro, os pontos de vendas são: Moça Bonita Bijouterias, Quiosque Brahma, Grêmio Recreativo e X-Prime Academia.

VIVA A REVOLUÇÃO

Este é o título do novo álbum da banda formada por Dinho Ouro Preto (vocal), Fê Lemos (bateria), Flávio Lemos (baixo) e Yves Passarel (guitarra), que a cada novo trabalho procura se reinventar sem perder a identidade do rock.

O novo disco tem o formato EP, com sete músicas, e conta com parcerias de Dinho Ouro Preto com Alvin L., além do ex-guitarrista da banda Charlie Brown Jr., Thiago Castanho. “Com as músicas que tínhamos compostas, daria para produzir um álbum convencional, mas nosso desejo era fazer algo que fosse um ponto fora da curva. Percebemos que as novas gerações lidam com a música de forma diferente. Acreditamos que as pessoas vão se sentir mais atraídas por um formato mais conciso, que, além de ter menos informação, ainda é mais barato”, explica Dinho.

O disco celebra as manifestações ocorridas no país em 2013. O Grêmio Recreativo dos Empregados da Cia Paulista fica na Rua 9, 1.569, Santa Cruz.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: