A Câmara Municipal de Rio Claro retomará as atividades legislativas a partir da próxima semana em sistema online. A medida ocorre após, nessa segunda-feira (6), serem confirmados mais três casos positivos de Covid-19 entre servidores e o vereador Seron do Proerd (DEM). Além dele, os parlamentares Rogério Guedes (PSL) e Adriano La Torre (PP) também foram diagnosticados com a doença na semana passada, o que motivou o fechamento do local.

Trabalhos

De acordo com o presidente André Godoy (DEM), o Poder Legislativo continuará com as atividades presenciais suspensas. “Os servidores dos vários departamentos seguirão trabalhando em regime de home office. Já as sessões retornarão na próxima segunda-feira, dia 13, em sistema online, com os vereadores acessando o plenário virtual a partir de suas residências”, destaca o presidente, acrescentando que este modelo de trabalho já ocorre na própria Assembleia Legislativa, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

Cuidados

Godoy ressaltou, ainda, que decidiu redobrar os cuidados com a situação da Câmara Municipal porque, na condição de porta-vozes da população, os vereadores são muito procurados. Por conta disso, são facilmente expostos ao risco de contaminação e também se transformam em potenciais disseminadores do vírus.